COLABORE

Atenção psicossocial nas situações de desastre é o assunto do 9º episódio do podcast Tempo Aberto

Áreas de Atuação

No fim de 2021, comunidades atingidas pelos efeitos das fortes chuvas se viram em situação de extrema fragilidade psicológica.

Publicação: 01/08/2022




A partir da pandemia, assuntos como medo, depressão e ansiedade se tornaram mais presentes no nosso cotidiano. Entretanto, garantir suporte adequado às pessoas em sofrimento psíquico ainda é um desafio social complexo.


Em contextos como o das enchentes, inundações e deslizamentos de terra causados pelas fortes chuvas do final de 2021, comunidades inteiras se viram em situação de extrema fragilidade psicológica. 


Apesar disso, dentre as pessoas entrevistadas após o que aconteceu na Bahia e em Minas Gerais, cerca de 67% sequer considerou receber cuidados profissionais de apoio psicossocial. Mas será que é possível mesmo manter algum nível de saúde mental em uma situação como essa?  


Atenção psicossocial nas situações de desastre é o tema do 9º episódio da série Tempo Aberto, podcast do programa Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais, da Cáritas Brasileira.


Ouça o episódio nas plataformas digitais da Cáritas Brasileira (galeria de áudio e Spotify). 


Saiba mais a respeito da série clicando aqui.


Participação: Adriana Santana, especialista em saúde mental e em atenção psicossocial e Assessora Local do programa Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais; Sérgio Oliveira, psicólogo e presidente da Associação Brasileira do Trauma; Valquíria Lima, Coordenadora Nacional da Cáritas Brasileira.


Tempo Aberto é uma produção Xirê Podcasts, com reportagem de Jaiane Souza, Jessica Almeida, Tamira Marinho e Vinicius Luiz, com o apoio da Assessoria de Comunicação da Cáritas Brasileira. A música original é de Heberte Almeida.


Resposta Emergencial


Durante seis meses, o programa Resposta Emergencial Bahia e Minas Gerais buscou atender às necessidades emergentes das famílias afetadas pelas consequências das fortes chuvas nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Itamaraju, Jucuruçu e Dário Meira, na Bahia, e Palmópolis e Rio do Prado, em Minas Gerais. Ao todo foram mais de 27.000 pessoas beneficiadas com a distribuição de cartões multipropósito - no valor de R$ 3.000 cada - e de kits de limpeza e de higiene familiar e infantil.


A iniciativa é uma realização da Cáritas Brasileira, com o financiamento da Cáritas Bélgica, Cáritas Suíça e Direção-Geral da Proteção Civil e das Operações de Ajuda Humanitária da União Europeia.


Tag