COLABORE

Projeto Orinoco: Águas que atravessam as fronteiras

Desde 2019, o Projeto, com foco em ação de WASH, promove a migrantes e refugiados venezuelanos, em situação de rua, acesso à água, saneamento e higiene, nas cidades de Boa Vista e Pacaraima, no estado de Roraima.

Na primeira etapa, o projeto construiu fraldários, chuveiros, sanitários e instalou bebedouro industrial em quatro igrejas católicas. Realizou melhorias nas condições de saneamento e água em ocupações espontâneas e distribuiu kits de higiene. Além disso, Orinoco construiu lavanderias nas duas cidades assistidas.

A segunda etapa do Orinoco, iniciada em 2020, no contexto de pandemia do coronavírus, deve atender as necessidades urgentes de 6.554 migrantes em ao menos 14 ocupações espontâneas, na capital e fronteira. Dentre as ações previstas, foi construída uma nova instalação na cidade de Boa Vista, assim como estão previstos a continuidade da assistência prestada na primeira fase de projeto.
Situação
01/06/2019
08/07/2019
12/09/2019
09/10/2019
09/10/2019

Início do projeto.

O Projeto Orinoco: Águas que atravessam as fronteiras se iniciou em junho de 2019.

Formação da equipe e início das atividades.

Formação da equipe selecionada do projeto Orinoco e início das atividades em Boa Vista.

Primeira atividade do projeto.

A equipe de promoção de higiene do projeto Orinoco promoveu sua primeira atividade em conjunto com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), na ocupação indígena K’Ubonoco, no bairro Jóquei Clube, em Boa Vista-RR.

Lançamento do programa "Rádio Orinoco".

O objetivo do programa é sensibilizar e fortalecer processos de integração entre brasileiros e venezuelanos em Boa Vista.

Restauração da Igreja Santo Agostinho.

Inicio da restauração do espaço da Igreja Santo Agostinho.