Projeto Conexão Negra

Prevenir e combater a discriminação racial nas relações de trabalho e valorizar a diversidade racial nos espaços empresariais é a proposta do projeto Conexão Negra. O objetivo principal é reduzir as desigualdades raciais no campo econômico e consequentemente no social, político e cultural por meio da promoção de cursos em segmentos nos quais atualmente existe um desequilíbrio da representatividade negra. O Conexão Negra é uma iniciativa do Ministério Público do Trabalho (MPT), por meio da ação da Procuradora Valdirene Assis, em parceria com a Cáritas Brasileira e apoio de outras instituições, como: o Pacto Global, ONU Mulheres, Associação Cultural Ilê Aiyê e Febraban.

Os jovens negros e negras que serão beneficiados\as com o Conexão Negra receberão capacitação em quatro pilares estratégicos: Publicidade, Direito, Empresarial e Estético/cultural. O projeto, além de promover as capacitações, também realiza mapeamento e mobilização de empresas para a contratação dos/as jovens capacitados por meio de um pacto de adesão.

Desde maio de 2019, o Conexão Negra está em execução e continuará por 12 meses, em Salvador, com previsão para execução também em outras capitais. Ao todo serão capacitados\as em torno de 1200 jovens negros e negras nos estados de São Paulo, Bahia e Rio de Janeiro, podendo chegar em outras capitais.
Situação
07/09/2018
28/05/2019
30/05/2019
08/06/2019
13/09/2019
14/09/2019
21/09/2019

S.O.S África - Cáritas Brasileira apresenta as ações da campanha

O diretor-executivo da Cáritas Brasileira, Luiz Cláudio Lopes da Silva (Mandela), explicou aos bispos, assessores e convidados que participam da reunião do Conselho Permanente, na manhã deste dia 27/3, as ações do SOS África (Moçambique, Zimbábue e Malaui).

Reunião com empresas de Publicidade de Salvador (BA) para adesão do projeto.

As empresas aderem ao projeto oferecendo suporte técnico para os jovens participantes da oficina.

Lançamento oficial do Projeto Conexão Negra em Salvador.

Com participação do MPT, Cáritas, Ilê Aiyê e comunidade.

Primeiras aulas.

Foram realizadas as primeiras aulas do Projeto Conexão Negra no eixo Publicidade na sede do Grupo Cultural Ilê Aiyê, no bairro da Liberdade, em Salvador.

Reunião com escritórios de advocacia.

Reunião com os escritórios de advocacia para adesão do projeto

Conclusão do curso de capacitação em publicidade.

Foram 82 jovens que participaram da primeira etapa do Projeto Conexão Negra, na sede do Grupo Cultural Ilê Aiyê.

Início do módulo de formação na área de Direito.

Na sede do Grupo Cultural Ilê Aiyê.