English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

V Congresso da Cáritas abre com painel sobre solidariedade

10 de novembro de 2016
1-dia-245

O painel “Cáritas: 60 anos de solidariedade” marcou o início do V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira nesta quarta-feira, dia 9 de novembro, no Santuário de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, em Aparecida (SP). A mesa contou com a participação de dom Demétrio Valentini, bispo emérito de Jales (SP) e ex-presidente da Cáritas Brasileira – esteve à frente da entidade por 16 anos; Michel Roy, secretário-geral da Caritas Internationalis; Cristina França, voluntária da Rede Cáritas Ceará na Arquidiocese de Fortaleza; e Leon Patrick, assessor nacional da Cáritas Brasileira para a ação em Infância, Adolescência e Juventudes. O painel foi mediado pela vice-presidente da Cáritas Brasileira, irmã Lourdes Staudt Dill.

Dom Demétrio Valentini percorreu a ação da Cáritas, fazendo memória do momento privilegiado do nascimento da entidade no Brasil, ainda na década de 1950, quando o pessimismo e a amargura da última guerra mundial davam lugar a tempos de esperança e otimismo. Também enfatizou a sintonia da Cáritas Brasileira com a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a resposta de convocação da sociedade que a Cáritas sempre manteve, em especial nos momentos políticos mais delicados, como o atual. “Tenho certeza que a Cáritas nunca se deparou em seus 60 anos com uma crise tão profunda como essa que vivemos agora”, declarou.

“O que aconteceu esta noite nos Estados Unidos (com a vitória de Donald Trump nas eleições presidenciais) e o que tem acontecido em outros países é consequência direta de um modelo de desenvolvimento que marginaliza a grande maioria e beneficia poucos”, apontou, por sua vez, Michel Roy em sua fala. Para o secretário-geral da Caritas Internationalis, é necessário encontrar os caminhos para renovar o espírito missionário e enfrentar os desafios desta época de profundas mudanças. Ele compreende que não é possível para a Cáritas fazer isto sozinha, mas ressaltou que os primeiros e importantes passos são a unidade de ação de toda a rede como uma única família, a congregação com as diversas pastorais sociais e a construção de sinergia com outras igrejas e outras religiões. “Temos o papel enorme de reumanizar, reinspirar este mundo”, defendeu Michel Roy.

1-dia-251

Cristina França, agente da Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza (CAF), do Regional Ceará, e voluntária da rede desde 2007, rememorou a história da Cáritas nas periferias de Fortaleza e no semiárido cearense. Em registros de vários períodos da ação da CAF em vídeo exibido durante sua apresentação e a partir do seu depoimento de vida, Cristina deu a dimensão do trabalho de pastoralidade e transformação social que pôde testemunhar e fazer parte como agente: no trabalho junto com catadoras e catadores de materiais recicláveis; nas primeiras ações de convivência com o Semiárido, garantindo acesso à água a milhares de cearenses em períodos extensos de estiagem; nas formações e mobilizações em torno de políticas públicas, e tantas outras. Nas palavras dela: “A Cáritas, por todas essas ações, nos mostra a que veio. Veio para a vivência do amor, do respeito, da caridade, da justiça, da vida. Porque cada projeto desses é na perspectiva de oferecer uma vida melhor. Isto é amor”.

Finalizando o painel, Leon Patrick representou a expressão jovem da Rede Cáritas. Da sua memória afetiva, lembrou, ainda menino, dos agentes Cáritas em ação na comunidade Vila Maria, em Buritizeiro (MG). Contou que foi afetado por esta ação e se deixou afetar pela Cáritas, sendo acompanhado pelo então Programa Criança e Adolescentes. Hoje, assume a missão de afetar os outros, como agente Cáritas que se tornou. E demonstra que sabe o caminho: “A dimensão maior da nossa ação é o afeto, o cuidado e o encontro. Precisamos nos movimentar pelo amor e pela paixão. Não perder essa paixão, para que outros também, como eu, se tornem apaixonados. E as novas gerações que estão chegando, as juventudes, crianças e adolescentes, precisam desse testemunho corporal nosso para que eles também se apaixonem e construam junto conosco a Cáritas para os próximos anos”.

Por Rede de Comunicadores e Comunicadoras da Cáritas Brasileira
Reportagem: Raquel Dantas
Fotos: Francielle Oliveira

Leia mais:

Página especial do V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira

Começa o V Congresso Nacional da Cáritas Brasileira!

Dom Demétrio Valentini preside celebração eucarística de abertura

Cultura popular marca início da Feira Nacional de EcoSol

SOS HAITI FURACÃO

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br