English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Santa Maria/RS já respira Economia Popular Solidária

26 de maio de 2016
2ª Feira da Biodiversidade. Foto Maiquel Rosauro - I

A 2ª Feira da Biodiversidade, o Encontro Interdiocesano Centro da Cáritas e o Feirão Colonial levaram um grande público ao Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter neste sábado (dia 21 de maio), em Santa Maria/RS. Durante a Feira da Biodiversidade (foto acima), os visitantes puderam conferir vivências, parcerias e projetos de grupos e coletivos que atuam com permacultura, alimentação saudável e arte integral. Destaque para a presença de 130 índios das etnias caingangue e guarani, entre os quais 88 crianças indígenas.

Já o evento promovido pela Cáritas (foto abaixo) contou com a presença de representantes das dioceses de Santa Cruz do Sul, Cachoeira do Sul, Santo Ângelo, Cruz Alta e da Arquidiocese de Santa Maria. Segundo a assessora da Cáritas Marcia Silva, a mobilização de recursos foi o tema central do encontro de sábado. “A rede permanente de solidariedade é importante para manter e dar sustentabilidade à nossa missão e envolve todas as ações promovidas pela Cáritas, como as feiras, por exemplo. Convidamos pessoas físicas ou jurídicas para colaborar com recursos financeiros, serviços, voluntariado ou participando das iniciativas”, relata Marcia.

Durante a manhã, ocorreu ainda o seminário “Outro Modelo de Desenvolvimento é Possível”, com o tema Economia Solidária. A atividade reuniu 300 jovens de cursos de Engenharia Sanitária e Ambiental do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul que estão na cidade participando de um evento na Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). “Tivemos um dia muito bonito, com vários eventos ocorrendo em paralelo. Em julho eu volto para participar da Feicoop”, projeta Terezinha Ruzzarin, que veio de Porto Alegre para prestigiar as atividades.

Aliás, a 23ª Feira Internacional do Cooperativismo (Feicoop) e a 12ª Feira Latino-Americana de Economia Solidária já são prioridade para a irmã Lourdes Dill, vice-presidente da Cáritas Brasileira e coordenadora do Projeto Esperança/Cooesperança. “A palavra de ordem agora é Feicoop. Teremos uma Feira muito grande este ano. Já estamos construindo a programação”, revela ela. Entre 31 de maio e 3 de junho, a religiosa também estará em Crateús, no Ceará, onde irá participar da 11ª Feira Regional da Agricultura Familiar e Economia Popular Solidária.

Em 2015, a Feicoop reuniu mais de 245 mil pessoas em Santa Maria. Este ano, apesar da crise politico-econômica e da dificuldade em angariar recursos, irmã Lourdes trabalha para repetir o sucesso das edições anteriores. A 23ª edição do evento irá ocorrer de 8 a 10 de julho no Centro de Referência em Economia Solidária Dom Ivo Lorscheiter.

Por Maiquel Rosauro / Assessoria de imprensa da 23ª Feicoop e 12ª Feira Latino-Americana de Economia Solidária

Encontro Interdiocesano Centro de Cáritas. Foto Maiquel Rosauro (1)

SOS HAITI FURACÃO

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br