Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Santa Maria: Dia D de Finanças Solidárias tem plenária sobre fundos rotativos e premiação

11 de julho de 2015

O sábado (11), segundo dia da Feira de Santa Maria (RS), foi batizado “Dia D das Finanças Solidárias”. O tema esteve presente em todos os espaços de debate do evento.

Na mesa da abertura, Irmã Lourdes Dill, do Projeto Esperança/Cooesperança, que coordena a Feira, fez uma fala de repúdio ao sistema bancário em vigor, que, segundo ela, “visa apenas o lucro”. Ela disse também que os recursos financeiros devem ser públicos. “O povo sabe gerenciar seus recursos”, afirmou a Irmã.

DSC_0029

Paul Singer, secretário nacional de Economia Solidária, acredita que “à medida que todos participam, todos enriquecem”. Singer defendeu, ainda, que, das modalidades de finanças solidárias, a mais importante são fundos solidários. Eles se realizam através da confiança que um tem no outro. Isso fortalece a sociedade inteira”.

Durante a realização da mesa, aconteceu também o lançamento do aplicativo “e-dinheiro”, execução do Banco Palmas, instituição comunitária de Fortaleza (CE). A moeda eletrônica está sendo utilizada durante a Feira de Santa Maria. Os grupos expositores podem vender seus produtos por meio do aplicativo durante os três dias de evento.

DSC_0076

Na sequência, teve início o Intercâmbio de Fundos Solidários, coordenado pela Cáritas Brasileira. Representantes de grupos que trabalham com fundos em várias partes do Brasil trocaram experiências por meio de depoimentos das ações nos seus Estados de origem, nas suas comunidades. 

Do Centro de Agricultura Alternativa de Minas Gerais, Alan relatou que no seu grupo os próprios agricultores fazem a gestão dos fundos e já realizam pequenos empréstimos dentro da comunidade. “Tudo isso gera autonomia para as famílias, além da formação, por meio da gestão dos negócios”, explicou. Ele contou também que a maioria dos projetos de fundos são acessados por mulheres.

Isabel Forte, da Cáritas Arquidiocesana de Fortaleza (CE), compartilhou, nesse momento, a experiência de um ano, como agente Cáritas no Haiti, onde pôde contribuir com comunidades agrícolas de Jérémie, após o terremoto de 2010, por meio de ações de economia solidária. Em sua fala, Isabel reafirmou o poder de transformação que a economia solidária pode ter na vida de pessoas.

À tarde, aconteceu a Plenária Nacional sobre Finanças Solidárias no contexto do Plano Nacional de Economia Solidária e do PPA. Duranta a plenária, Jaime Conrado, da colegiada nacional da Cáritas, apresentou aos e às participantes o Plano Nacional de Economia Solidária, ponto a ponto, e convocou os grupos a articularem e fortalecerem as ações em todos os Estados, de modo a inserir o conjunto de propostas nas políticas públicas.

DSC_0029

O Dia D de Finanças Solidárias foi encerrado em Santa Maria, com a entrega do Prêmio BNDES de Boas Práticas em Economia Solidária. Quarenta e oito iniciativas de todo o Brasil receberam o troféu Sandra Magalhães.  Ícone do tema no Brasil, ela liderou diversos movimentos, estimulando o fortalecimento das políticas públicas a favor de um novo modelo de desenvolvimento. Sandra também integrou a formação do Fórum Brasileiro de Economia Solidária (FBES) e do Banco Palmas, no Ceará, cuja experiência exitosa estimulou a criação da Rede Brasileira de Bancos Comunitários. Mesmo após sua morte, em 2013, a história de vida de Sandra continua inspiradora. Cada Empreendimento de Economia Solidária premiado recebeu R$ 20 mil. 

DSC_0098

Nessa noite, também foi realizado o lançamento da Cartilha do Passo a Passo do Cadastro de Empreendimentos Econômicos e Solidários e entregue, simbolicamente, à sociedade o Plano Nacional de Economia Solidária, por Paul Singer nas mãos de Irmã Lourdes.

 

Por Doroty Amaral :: Assessora de Comunicação da Cáritas Brasileira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br