English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Projeto de Fundos Solidários promove a Economia Popular

13 de janeiro de 2017
silogravura-cris1

O projeto de Apoio às Finanças Solidárias, em convênio com o Ministério do Trabalho, teve início em 2014, e continuará sua ação até março deste ano. Nesses 2 anos foram realizadas 386 visitas a empreendimentos de Economia Popular Solidária, além de 80 oficinas para capacitação das comunidades envolvidas. As ações também incluíram 26 encontros nacionais e regionais, a fim de criar momentos de troca de saberes e experiências entre os próprios empreendimentos.

Os Fundos Solidários nascem de uma experiência de ação solidária em comunidades empobrecidas que organizam grupos para criar “poupanças” com recursos destinados a apoiar projetos associativos e comunitários de produção de bens e serviços e das necessidades básicas dos grupos envolvidos. Por meio deles, investem-se recursos (financeiros ou não) na comunidade através de apoio a projetos. Quando exigido o retorno desses fundos, os prazos de reembolsos são mais flexíveis e mais adaptados às condições das famílias. O apoio pode ser em dinheiro, em produtos ou em serviços.

Por meio do convênio com a SENAES, a Cáritas acompanha 95 empreendimentos em todo o Brasil. Durante esses dois anos houve uma ampliação da participação das comunidades em redes e fóruns de Economia Solidária, assim como um aumento na mobilização social e participação em editais para captação de recursos. Um catálogo para gestão dos fundos foi desenvolvido afim de facilitar a participação de empreendimentos no projeto.Até março/2017, a Cáritas realizará mais 5 intercâmbios inter-regionais com foco na elaboração de um mapa territorial dos Fundos Solidários acompanhados pela Cáritas.

Mas o projeto superou suas próprias expectativas, mudando, inclusive, sua concepção inicial: “De uma espécie de ‘poupança’ comunitária, os fundos acabaram por se transformar em mecanismos sociais de organização, promoção e fortalecimento das comunidades”, explicou Marcelo Lemos, assessor nacional da Cáritas. “Continuaremos fortalecendo a organização de Fundos, assumindo-o como estratégia na EPS para o próximo quadriênio. Realizaremos essa ideia juntos e juntos, cumprindo nosso mandato da missão da Cáritas”.

28185632182_a6da47773d_o

Representantes dos Fundos na Feira de EPS de Santa Maria 2016

Por Marcelo A Lemos – Assessoria Nacional / Revisão de Jeronimo Calorio

SOS HAITI FURACÃO

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br