Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Políticas de Gestão de Risco são debatidas em encontro internacional

20 de maio de 2014

Teve início na manhã desta terça-feira, dia 20, o VIII Encontro de Meio Ambiente, Gestão de Risco e Emergências da Rede Cáritas da América Latina e do Caribe. O encontro, que vai até a sexta-feira, dia 23, reúne representantes de todos os países da região, além da Caritas Internationalis.

Na primeira exposição temática Situação de políticas e processos de Gestão de Risco, Chile, Peru e El Salvador, apresentaram suas respectivas políticas com propostas de avanço e lições aprendidas a partir de situações de emergências vivenciadas.

Pedro Adrians Días, da Cáritas Chile, abriu as apresentações e, dentre outras ações, trouxe para o conhecimento dos participantes duas redes humanitárias em que a Cáritas daquele país atua, uma internacional e outra nacional. A primeira trabalha na captação de recursos para a ações que são executadas pela rede nacional, conforme explicou Pedro. “A Cáritas Chilena atua principalmente nas ações de segurança alimentar e de reconstrução”.

Já Pedro Caballero, da Cáritas El Salvador, disse que seu país atua com um conjunto de medidas de implantação, organização e normalização fundamentadas na gestão integral de riscos. “As perdas por desastres só aumentam em nosso país e eles são essencialmente um assunto de ajuda humanitária”, salientou. Caballero ainda destacou que é preciso orientar para a prevenção de situações de emergências para que a resposta a um desastre diminua. “Estamos em um processo de mudança para essa mentalidade”.

A mesma perspectiva foi apresentada por Hector Hanashiro, da Cáritas Peru e referente regional para Emergências e Cuidado com a Criação da Cáritas da América Latina e do Caribe. Hanashiro iniciou sua exposição dizendo que todos os países da região vivem cada vez mais situações muito graves de desastres socioambientais. Somente no Peru, segundo Hanashiro, nos últimos onze anos, os registros de desastres subiram de 3.316 casos, em 2003, para 4.296, em 2013. “Temos urgentemente que prevenir e reduzir os desastres socioambientais”, lembrou.

Marco de Ação de Hyogo

Foi devido ao agravamento e ao aumento de desastres socioambientais ocorridos nos últimos anos em todo o mundo que, em 2005, 168 países membros das Nações Unidas se comprometeram a adotar medidas para reduzir o risco de desastres por meio do Marco de Ação de Hyogo.

O Marco é o instrumento mais importante para a implementação de redução de risco de desastres. O objetivo é aumentar a resiliência dos países e das comunidades diante de situações de emergência. O documento ainda visa uma redução considerável das perdas ocasionadas por desastres, de vidas humanas, bens sociais, econômicos e ambientais até 2015.

Neste sentido, Hector Hanashiro apresentou para os participantes esse que ele considera sendo um importante caminho para reforçar e revisar as estratégias adotadas pela Rede Cáritas em gestão de risco.

Ainda na manhã do primeiro dia, Ivo Poletto, do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social, falou sobre as mudanças climáticas que agravam fenômenos que ele ironizou dizendo que, muitas vezes, são reportados como “naturais”. Poletto afirmou que hoje os fenômenos são principalmente causados por ações praticadas pelo homem. “As mudanças climáticas agravam os desastres socioambientais. Nós que atuamos junto às comunidades mais empobrecidas precisamos apoiar e proporcionar ações de organização para que eles alcancem mudanças efetivas em busca de políticas que garantam os direitos dos povos atingidos”.

Na parte da tarde, os 30 participantes seguem para uma visita técnica ao Centro Nacional de Gestão de Risco e Desastres.

por Thays Puzzi, assessora de Comunicação da Cáritas Brasileira | Secretariado Nacional

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br