Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Pastorais Sociais de Manaus entregam pauta ao vice-governador do Estado

19 de dezembro de 2018

Cáritas Manaus organiza encontro com vice-governador do Estado para entrega e pauta das Pastorais Sociais

As Pastorais Sociais da Arquidiocese de Manaus se encontraram nesta terça-feira, 18 de dezembro, com o vice-governador eleito do Estado de Amazonas, Carlos Almeida Filho, no Centro Arquidiocesano da capital amazonense, para apresentar algumas das demandas da sociedade da capital e do interior do estado.

No encontro, organizado pela Caritas Manaus, se fizeram presentes aproximadamente 250 pessoas, de entre as quais os representantes das Pastorais Sociais apresentaram algumas pautas, que esperam sejam seguidas pelo futuro governo, presidido por Wilson Lima. Dentre essas propostas cabe destacar o pedido de uma maior valorização da agricultura familiar, melhorando o escoamento dos produtos, a promoção de ensino técnico na área para os jovens que fazem parte dessas famílias, e a melhora das condições dos créditos ao produtor rural.

Junto com isso, naquilo que faz referência ao problema da moradia, foi pedido que sejam agilizados os trâmites que permitam regularizar a situação das ocupações na cidade de Manaus, pois a falta do título de propriedade impede os moradores ter aceso aos direitos sociais e às políticas públicas. Junto com isso, dar continuidade ao Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus – Prosamim, que tem proporcionado moradia para um grande número de famílias que moravam em palafitas nos igarapés da cidade.

Marcivana Sateré, Presidenta da Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno (Copime)

No dia em que se comemora o Dia Internacional do Migrante, a Pastoral do Migrante pedia políticas que ajudem a que os migrantes, que em Manaus são sobretudo haitianos e venezuelanos, sejam olhados como cidadãos. Essa situação também atinge os povos indígenas, como reconhecia Marcivana Sateré, Presidenta da Coordenação dos Povos Indígenas de Manaus e Entorno (Copime), atingidos pela falta de políticas públicas para eles nas cidades, sobretudo moradia, saúde e educação diferenciada. Ela, que reconhecia a ajuda do futuro vice-governador em seu trabalho como Defensor Público, labor desempenhada até agora, insistia na questão da regularização fundiária, pois indígena sem-terra não vive.

Desde a Pastoral Carcerária, foi denunciada a violência presente no sistema prisional e a ineficiência do estado na salvaguarda dos direitos, insistindo em que prisão deve ser instrumento de reeducação. Frente a isso, acontece tortura nas cadeias e nas delegacias do interior do estado, donde muitas vezes os detentos passam fome. Junto com isso, foi denunciada a despreparação dos profissionais, fruto da terceirização do sistema prisional no estado do Amazonas, e a falta de políticas públicas para construir uma sociedade menos violenta, insistindo em que todos somos chamados a sermos multiplicadores da paz.

Finalmente a Pastoral da Saúde, em nome da Pastoral da AIDS, menor, criança e pessoa idosa, chamava a atenção sob a necessidade de olhar para essas pessoas, os mais atingidos pela falta de políticas públicas adequadas, exigindo uma humanização da saúde, pois sem saúde nada acontece.

No encontro se fez presente o deputado estadual, e deputado federal eleito, José Ricardo Wendling, quem reconhecia a necessidade do diálogo entre o poder executivo e legislativo e a população, ainda mais em um momento histórico de redução do orçamento público. Nesse sentido, mostrava sua disposição como deputado federal para cobrar maior atenção do Governo Federal para o estado do Amazonas, e a necessidade de enfrentar os esquemas de corrupção da saúde no estado, descobertos nos últimos meses, secretaria que vai ser assumida pelo novo vice-governador.

O vice-presidente da Caritas Arquidiocesana de Manaus, padre Alcimar Araujo, destacou em sua intervenção que os elementos fundamentais da democracia são a transparência, a participação e o controle social, pedindo do governo a construção do bem comum, do bem estar para todos. Por isso, em nome das Pastorais Sociais da Arquidiocese entregou ao vice-governador eleito um documento com as reivindicações, que foi recebido e assinado por Carlos Almeida Filho na frente dos presentes, encerrando sua fala com as palavras, esperamos muito de você.

O vice-governador começou sua alocução reconhecendo o papel da Caritas como instituição que defende as demandas sociais. Nesse sentido, prosseguiu se referindo ao incêndio que nesta madrugada devastou 600 casas no bairro do Educandos da capital amazonense, o que aumenta a problemática social no estado, mostrando que a equipe de transição estava acompanhando a situação. Ele reconhece que trabalhar para diminuir as desigualdades sociais não é fácil, ainda mais num estado do tamanho do Amazonas, que vive uma situação histórica de isolamento. Diante disso, ele afirmava que o estado tem que cobrir uma grande demanda “com o pequeno cobertor que a gente tem”.

Como Defensor Público, Carlos Almeida Filho diz ter acompanhado os problemas das comunidades há mais de uma década, todos derivados da falta de políticas públicas. Nesse sentido, ao elo do incêndio acontecido, reconhecia que moradia é um direito fundamental, e por isso se faz necessária uma política de estado e não só de governo, ainda mais numa cidade como Manaus e seu entorno, onde habitam duzentas mil famílias sem moradia digna, o qual torna essa problemática na maior preocupação do futuro governo.

Vice-governador eleito do Estado de Amazonas, Carlos Almeida Filho e o vice-presidente da Caritas Arquidiocesana de Manaus, padre Alcimar Araujo

O vice-governador eleito e futuro Secretário Estadual de Saúde, insistia em que “não vamos fugir da nossa responsabilidade frente à situação crítica da saúde”. Junto com isso, falava na frente dos presentes que “vamos ter as portas sempre abertas para Caritas”, encerrando com as seguintes palavras: “o Estado precisa ser um parceiro da sociedade e não um inimigo”.

Por Luis Miguel Modino (texto e fotos) – Cáritas Manaus

 

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br