Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Nota de apoio e solidariedade às famílias de Brumadinho

26 de janeiro de 2019

A Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais manifesta apoio e solidariedade às atingidas e aos atingidos pelo desastre criminoso no rompimento das barragens de rejeito em Brumadinho.

“Ai daquele que constrói o seu palácio por meios corruptos, seus aposentos, pela injustiça, fazendo os seus compatriotas trabalharem por nada […]” (Jr 22,13).

A rede Cáritas em Minas Gerais, composta por 16 entidades membro, vem manifestar seu apoio e solidariedade às famílias e comunidades atingidas pelo criminoso desastre causado pelo rompimento das barragens da mina Córrego do Feijão, no município de Brumadinho (MG), ocorrido no dia 25 de janeiro deste ano. Queremos reivindicar e exigir junto às empresas responsáveis e aos poderes públicos, com destaque para o Sistema de Justiça, que garantam e assegurem os direitos das famílias atingidas, assim como os direitos dos rios, de toda a natureza e animais atingidos por este desastre.

Ao mesmo tempo, repudiamos e denunciamos a irresponsabilidade e a negligência reincidentes da Vale S. A., mineradora de atuação mundial, bem como das instituições públicas de controle, diante desta tragédia anunciada. Tal situação é fruto de um modelo de desenvolvimento que viola direitos das comunidades locais, constituindo-se em uma política de apropriação dos nossos territórios, de bens naturais, culturais e recursos hídricos por grandes grupos econômicos.

Este modelo, que tem como um de seus pilares a mineração, não está presente apenas em Brumadinho, mas sim em boa parte do território brasileiro, e vem provocando impactos violentos no cotidiano de povos, comunidades e territórios, gerando dor, tristeza e desolação. Entre estes impactos, estão as remoções forçadas de famílias e comunidades, a poluição das nascentes, dos rios, do ar, a poluição sonora, o desmatamento, acidentes de trabalho, de trânsito, falsas promessas de prosperidade, concentração privada da riqueza e distribuição pública dos prejuízos, criminalização dos movimentos sociais, descaracterização e desagregação sociocultural.

Por isso, a Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais denuncia este crime causado pela Vale S. A., a mesma responsável, juntamente com a BHP Billiton, pelo rompimento da barragem  Fundão no município de Mariana (MG), no dia 5 de novembro de 2015. Exigimos que os direitos das famílias atingidas por este desastre criminoso sejam garantidos com urgência e que os autores sejam responsabilizados.

Convocamos todos e todas a darem sua contribuição para campanha #JuntosPorBrumadinho, organizada pela Arquidiocese de Belo Horizonte, para que possamos, com a Igreja e os movimentos sociais da região, diminuir o sofrimento das famílias e lutar pela garantia dos direitos dos atingidos e atingidas por este crime. Saiba AQUI como contribuir.

Belo Horizonte, 26 de janeiro de 2019.

Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais

Foto destaque: ABC News

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br