Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Grupos exibem seus produtos na feira solidária do 13 º Intereclesial

09 de janeiro de 2014

Produtos dos mais variados tipos de diversas regiões do estado e outros países estão expostos na feira da economia solidária e comércio justo no 13º Intereclesial das Comunidades Eclesiais de Bases (CEBs).

Livros, vídeos, produtos da agricultura familiar, blusas, bolsas, artesanatos, estão à venda na feira que reforça um modelo sustentável voltado para partilha, igualdade, sintonia com o meio ambiente e valorização das pessoas e seus produtos indo na contramão da lógica capitalista.

unnamed (3)

Além da comercialização dos produtos a feira é também um espaço de articulação nacional e internacional, debate e troca de ideias sobre empreendimentos solidários.

Um grande mutirão de vários grupos e colaboradores que acreditam no colaborativismo alternativo foi montado para que o espaço seja uma janela e dê visibilidade de forma igualitária aos produtos feitos de forma colegiada em diversos grupos nas comunidades dos vários países.

unnamed

Em depoimentos, mulheres que trabalham na feira demonstraram a importância desse espaço para os grupos de economia solidária. Graça Santos, que participa do Grupo de Mulheres Passo Firme no bairro Genibaú em Fortaleza, afirma que  “Este espaço implica na valorização do trabalho e principalmente do ser humano, em especial das mulheres. As pessoas que participam de feiras como essa tem uma outra visão do que vai encontrar aqui, elas têm a oportunidade de ter contato pessoalmente com o produtor. Os produtos são feitos pelos grupos de forma coletiva e tem todo um cuidado com o meio ambiente e sustentabilidade”. 

Eliane Moreira Barbosa trouxe para a feira, bolsinhas e tiaras. Ela faz parte do Atelier Multi Artes, da Rede Sócio Cearense de Economia Solidária apoiado pela Cáritas Regional. “Estar aqui para mim foi mais um avanço, uma conquista muito grande. Sempre tive vontade de participar, estou amando o encontro. Já vendi bastante não somente meus produtos, mais produtos das companheiras que não estão aqui. Esse espaço é uma grande ajuda na nossa renda e uma maneira de divulgar nosso trabalho. A gente confecciona nosso material com produtos recicláveis sem agredir o meio ambiente”.

unnamed (2)

Antonilda, coordenadora das CEBs de Sobral, Ceará, trouxe panos de prato, toalhas de mesa, cordel e identifica a importância da experiência e organização das feirantes. “Esse é um espaço onde a gente repassa nossa atividade rural partilhando nosso artesanato e outras culturas para representar nosso Ceará”. 

Maria Eliene, mais conhecida como Maninha, que participa do Movimento dos Pescadores e Pescadoras artesanais do Ceará, aproveitou a oportunidade da feira para expandir ainda mais a campanha nacional pela regularização dos territórios das comunidades tradicionais pesqueiras e coletar assinaturas para criação do projeto de lei de iniciativa popular sobre território pesqueiro. Ela ressalta que a aprovação da lei será uma conquista para os pecadores e pescadoras. “Estamos empenhados na campanha e esperamos coletar várias assinaturas para a aprovação. Vamos alcançar nosso objetivo”, ressaltou.

A cartilha sobre territórios pesqueiros também ajuda a dar mais força a campanha. Em um dos trechos ela ressalta que “A aprovação do projeto de lei representará um importante passo na defesa da vida das comunidades tradicionais pesqueiras e ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. Precisamos garantir que as histórias, memórias, os modos de vida dos pescadores e pescadoras sejam preservados, assegurando que a diversidade de povos e culturas presentes na sociedade brasileiras seja mentida”. Outras informações sobre a campanha poderão ser adquiridas no site do Conselho Pastoral dos Pescadores: www.cppnac.org.br.

 

Por Jeane Freitas Cáritas Brasileira Regional Ceará

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Comentários

SALETE:

Parabéns pela iniciativa!! estes momentos são importantes para reafirmar a solidariedade e o desapego as consumo comprar o que realmente precisa!!

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br