Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Feirantes e catadores(as) de material reciclável do Piauí recebem capacitação oferecida pelo projeto Nossa Feira

19 de fevereiro de 2019

Acontece nos municípios de Castelo do Piauí e Demerval Lobão, a capacitação de feirantes e catadores(as) de materiais recicláveis. A iniciativa integra o projeto Nossa Feira e está sendo executado em quatro estados do Nordeste: Bahia, Maranhão, Paraíba, Piauí.

Nos dias 02 e 06 de fevereiro, os feirantes participaram da Oficina de Metodologia Oásis, com o articulador estadual do projeto, Hélder Vitorino. Outras oficinas já estão programadas para acontecer como as de Educação Financeira, Cultura, e Gestão de Resíduos Sólidos.

O objetivo do projeto Nossa Feira é a revitalização de feiras livres como espaços populares de comercialização e trocas de saberes e sabores, a fim de garantir a participação da população nos espaços populares de comercialização, intervindo diretamente na dinâmica econômica e organizativa, restabelecendo as relações mais humanizadas na perspectiva de uma sociedade mais inclusiva e igualitária.

O Projeto Nossa Feira está sendo executado pela Cáritas Brasileira, com apoio da Fundação Banco do Brasil e parceria com as prefeituras locais. No Piauí o projeto vai atender cerca de 120 feirantes e possibilitar a aquisição de barracas para padronização e revitalização das feiras livres nos dois municípios.

O feirante Francimar da Silva, diz que o projeto vai qualificar a feira local. “Teremos uma feira mais organizada, com barracas padronizadas e a melhoria na qualidade do atendimento aos nossos clientes”, destacou o feirante.

O projeto visa também a inclusão de grupos de catadores(as) de materiais recicláveis, em parceria com as prefeituras locais, através da coleta seletiva dos resíduos secos destinados à reciclagem, e dos resíduos orgânicos para serem transformados em adubo, através do processo de compostagem.

A representante dos catadores(as) de material reciclável, do município de Castelo, Cleidiane Brasileiro, falou que está otimista: “vamos melhorar a nossa qualidade de vida, teremos o lixo já selecionado para colher e isso nos faz ganhar mais tempo e reaproveitar melhor o material que será reciclado”, afirma Cleidiane.

O secretário municipal de finanças de Castelo do Piauí, Marcos Aurélio, falou da importância do projeto para o município. “A nossa expectativa em relação ao projeto é muito boa, além de capacitar nossos feirantes, organizar a estrutura da feira, irá melhorar a geração de renda dos trabalhadores e trabalhadoras rurais que participam da feira, vendendo seus produtos com mais entusiasmo”, ressaltou o secretário.

Com informações do Regional Piauí da Cáritas Brasileira

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br