English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Experiências de defesa de territórios na Pan-Amazônia são apresentadas nas Nações Unidas

26 de abril de 2017
Logo_REPAM-01

Entre 22 de abril e 1º de maio de 2017, os povos indígenas amazônicos Munduruku y Yanomami (Brasil), Mosetén (Bolívia) e Kukama (Peru) estarão presentes no Fórum Permanente de Assuntos Indígenas da Organização das Nações Unidas (ONU), realizado em Nova Iorque. Esta ação de incidência integra o processo de Exigibilidade de Direitos Humanos acompanhado pela Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam), no qual estão inseridos 13 casos de defesa de territórios em países como Colômbia, Equador, Peru, Bolívia e Brasil.

A delegação, que conta com a presença de líderes dos povos indígenas, está expondo seus desafios territoriais em distintos eventos que compõem a programação do Fórum de Assuntos Indígenas, além de outros espaços acadêmicos em universidades, grupos de trabalho especializados da sociedade civil e núcleos pastorais como o Comitê de Assuntos Indígenas, o Minning Working Group, Saint Jonhs University, entre outros. O grupo é acompanhado pelo monsenhor Gustavo Rodríguez, presidente do Departamento de Justiça e Solidariedade (Dejusol) do Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam).

No mês de março, outros quatro casos de violação do direito ao território foram apresentados à Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), em Washington, que concluiu pela necessidade de elaboração de um informe especializado sobre estas violações praticadas na região da Pan-Amazônia e pelo acompanhamento e vigilância de tais casos por parte da Igreja, por meio da Repam.

Por Rede Eclesial Pan-Amazônica (Repam)
Tradução: Luciano Gallas / Assessoria Nacional de Comunicação da Cáritas Brasileira

Leia mais:

Repam e Cáritas levam casos de violações de direitos humanos à Comissão Interamericana

Dia de luta dos povos indígenas do Brasil, 19 de abril

Rede CLAMOR é constituída para escuta do povo migrante, refugiado e escravizado

Repam produz série de rádio sobre encíclica Laudato Si’

SOS HAITI FURACÃO

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br