Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Estados continuam com vigílias e jejuns solidários

18 de dezembro de 2007

As manifestações em apoio a Dom frei Cappio e à luta contra a transposição do Rio São Francisco continuam em todo Brasil e em outros países. As pastorais sociais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e organismos como Cáritas Brasileira e Conselho Indigenista Missionário (Cimi); o Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (Conic); os movimentos que formam a Via Campesina, estudantes, religiosos/as, partidos políticos e diversas entidades da sociedade civil realizam o Jejum Solidário. Hoje (18) outros Estados aderiram o ato.

Em Brasília, desde a manhã de hoje (18), mais de 300 ribeirinhos, pescadores, quilombolas e integrantes de movimentos sociais da bacia do rio São Francisco estão na Praça dos Três Poderes em Brasília para se manifestar contra a transposição do rio São Francisco.

Hoje, às 17 h, haverá no local uma entrevista coletiva com representantes de diversos movimentos sobre os impactos sócio-ambientais e as ilegalidades do projeto. Eles também falarão sobre a situação de Dom Luiz Flávio Cappio, Bispo de Barra (Bahia) que está no 22º dia de jejum em protesto contra a transposição.

Participarão da entrevista coletiva: Éden Magalhães (secretário executivo do Cimi), Letícia Sabatella (atriz e integrante da organização Humanos Direitos), Luiz Cláudio Mandela (assessor do Programa de Convivência com o Semi-Árido da Cáritas Brasileira), Marina Santos (direção nacional do MST), Juliana (Associação dos Advogados dos Trabalhadores Rurais) e João dos Santos (Coordenação Nacional das Comunidades Negras Rurais Quilombolas)

Em seguida, haverá um ato em apoio a Dom Luiz Cappio e em defesa do rio São Francisco.

Desde às 15 h, os ribeirinhos estão realizando oficinas e debates sobre a transposição, a situação do rio São Francisco e as alternativas de convivência com o semi-árido.

No Rio de Janeiro (RJ) várias representações de movimentos sociais, partidos e entidades estão em vigília e jejum, das 9h às 21h, na Candelária. Amanhã (19) haverá um ato em solidariedade a Dom Cappio, pela manutenção da liminar que suspende a transposição. A vigília será em frente ao Tribunal Regional Federal (TRF) às 12h30.

Na Praça da Sé em São Paulo (SP) a mobilização será amanhã (19) às 16h. Haverá uma caminhada pelas ruas do centro até o lago São Francisco. São esperadas cerca de mil pessoas.

Em São Luís (MA), foi realizada na manhã de hoje (18), panfletagem na Praça Deodoro. Amanhã (19) acontece concentração e panfletagem também na Praça Deodoro a partir das 8h.

Em Goiânia (GO) diversas instituições e movimentos manifestam o apoio ao frei Cappio. Hoje, um grupo de 50 pessoas está realizando jejum em frente a Catedral da cidade. Além do jejum durante todo o dia, às 12h aconteceu um ato litúrgico e às 18h será realizada uma celebração, por Dom Tomáz Balduino.

Diversos Estados realizaram mobilizações ontem (17) entre eles, Bahia, Ceará, Alagoas, Paraíba, São Paulo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Espírito Santo, Amazonas, Rio de Janeiro e o Distrito Federal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br