Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Em nota DEJUSOL e SELACC pedem gestos de solidariedade e oração pela Síria

17 de abril de 2018

PAZ PARA SÍRIA

Shalom, Salam

Ao fiel povo de Deus dos países da América Latina, do Caribe e aos homens e mulheres de boa vontade:

“Assim diz o SENHOR: Ouviu-se um clamor em Ramá (Síria), pranto e grande lamento; era Raquel chorando por seus filhos e inconsolável por causa deles, porque já não existem.” (Jr 31,15)

Consternados pelas notícias dos ataques químicos à uma população assolada por anos de guerra interna repleta de crueldades incalculáveis, injustiças e interesses obscuros, somam-se agora os bombardeios dos Estados Unidos, Reino Unido e França que aconteceram no decorrer da noite de sexta-feira, 13 de abril.

A violência e a guerra não representam uma solução para os graves problemas enfrentados por esse deslumbrante e atormentado país. Como equipe do Direitos Humanos do Departamento de Justiça e Solidariedade (DEJUSOL), do Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) e do Secretariado Latino-Americano e do Caribe da Cáritas (SELACC), unimos nossa voz à do Santo Padre Francisco, que nos fez esse apelo pela paz na Síria no último dia 8, quarta-feira, com a oração à Rainha do céu:

“Chegaram da Síria notícias terríveis de bombardeios com dezenas de vítimas, dentre elas mulheres e crianças. Notícias de muitas pessoas atingidas pelos efeitos de substâncias químicas contidas nas bombas. Rezamos pelos mortos, pelos feridos, pelas famílias que sofrem. Não existe uma guerra boa e outra ruim, e nada, nada justifica o uso de tais instrumentos de extermínio contra populações vulneráveis. Rezemos para que os responsáveis políticos e militares escolham o outro caminho, o da negociação, o único que pode levar a uma paz que não seja a da morte e a da destruição”.

Pedimos a toda a Comunidade Católica da América Latina e do Caribe, também a outras comunidades de fé e aos homens e mulheres de boa vontade, comprometidos com a justiça, com a paz, com o desenvolvimento integral de nossos povos e com o cuidado de nossa Mãe Terra, que se unam a esse apelo e que, na medida do possível, organizem momentos de oração, de reflexão e de solidariedade pela paz na Síria, envolvendo todos os nossos irmãos e irmãs sírios. Igualmente pedimos à comunidade internacional que deixem de lado os interesses políticos e econômicos, empenhando-se a construir a paz com justiça, compreendendo que ela é o caminho da “cultura do encontro”.

Com o Papa Francisco e seus antecessores, mais uma vez afirmamos: “Tudo se perde com a guerra. Tudo se ganha com a paz”.

Que Jesus, vencedor da morte e de todas as injustiças, seja nossa luz no caminho para nos tornar construtores de Paz.

 

Bogotá, 14 de abril de 2018 

                                  

Mons. Gustavo Rodríguez Vega                            Mons. Jose Luis Azuaje

Presidente do DEJUSOL                                          Presidente do SELACC

Arcebispo de Yucatán                                                    Bispo de Barinas

      México                                                                Venezuela

 

 Tradução: Alisson Dias
                    Voluntário da Cáritas Brasileira
 
 

 

Para download da nota em espanhol clique aqui

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br