Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Diocese de Pesqueira (PE) e Cáritas Diocesana acolhem imigrantes venezuelanos vindos de Roraima

18 de janeiro de 2019

Em Pesqueira, Pernambuco, Cáritas Diocesana de Pesqueira se organiza para acolher duas famílias de migrantes venezuelanas

Através do Projeto Caminhos de Solidariedade: Brasil & Venezuela, duas famílias venezuelanas serão recebidas na cidade de Pesqueira a partir de fevereiro

Durante as comemorações do Dia Mundial do Migrante e do Refugiado do ano passado, celebrado em 20 de junho, o Papa Francisco reforçou, durante uma coletiva de imprensa, o papel dos governos na acolhida das pessoas que deixam sua terra natal por causa de conflitos armados, pobreza e perseguição. Em sua fala, o Santo Padre utiliza quatro verbos como critérios para o recebimento fraterno dessas pessoas: “acolher, proteger, promover e integrar”, empregando as palavras como incentivo e chamado para cada um de nós.

Pensando em atender a esse chamado do Papa, a Diocese de Roraima, junto com a Cáritas Diocesana de Roraima, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e outras entidades parceiras, estão liderando o projeto Caminhos de Solidariedade: Brasil & Venezuela. A ação visa promover ações de integração para o atendimento de homens, mulheres, crianças, jovens e idosos vindos da Venezuela para Roraima. Nessa articulação nacional da Igreja, as Arquidioceses/Dioceses estão convidadas para acolher imigrantes e refugiados venezuelanos em seus territórios por meio de ações solidárias que vão promover, além da acolhida, a proteção, promoção e integração dos imigrantes no Brasil.

A Diocese de Pesqueira, através da Cáritas Diocesana de Pesqueira, foi uma das dez Dioceses/Arquidioceses do país a se candidatar para receber os (as) venezuelanos (as) vindos de Roraima. Na noite desta quarta-feira, 16, na sede da Cáritas Diocesana, o projeto Caminhos de Solidariedade foi divulgado para representantes de organizações, clubes de serviços e de movimentos da Igreja Católica. Durante a atividade, foi apresentado o perfil das duas famílias que virão para Pesqueira a partir de 01 de fevereiro, além de ser mostrado o objetivo do projeto e como ele surgiu.

Assim que chegarem na cidade, as duas famílias serão recebidas em residências que terão o aluguel custeado pela Secretaria de Assistência Social de Pesqueira. Contudo, as duas casas não possuem itens de necessidade básica para as famílias. Durante a reunião desta quarta-feira, representantes da comissão formada para o recebimento dessas pessoas fez um apelo para a doação de alimentos, produtos de higiene pessoal, de cama, mesa e banho, móveis, eletrodomésticos e utensílios de cozinha.

Para John Lennon Almeida, agente do Núcleo de Articulação da Cáritas Diocesana de Pesqueira, o momento foi bastante significativo. “O fato de tantas instituições importantes da cidade terem comparecido nos mostrou como a solidariedade é forte e presente nesse município. Todos se mostraram dispostos a acolher de forma fraterna nossos irmãos, levando em consideração esse chamado tão belo do Papa Francisco. São pessoas que precisaram muitas vezes sair de seus países sem nada, deixando a família, a cultura e tudo o que conhecem para trás. Nosso papel enquanto cristão é esse, acolher, proteger, integrar e promover a adaptação dessas pessoas”, comentou.

As doações podem ser realizadas na sede da Cáritas Diocesana de Pesqueira, localizada em frente à Escola Cristo Rei, centro de Pesqueira. Para mais informações, basta entrar em contato pelo telefone (87) 3835-2646.

Crise humanitária – De acordo com dados do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), desde 2013, quando a crise humanitária na Venezuela se agravou, quase 1,5 milhões de pessoas deixaram o país. Os dados revelam a dimensão da maior crise humanitária em curso desde a 2a Guerra Mundial: 68,5 milhões de pessoas foram forçadas a se deslocarem de seus lares – inclusive dentro de seu próprio país, nos dados referentes a 2017. Cerca de 68,5 milhões de pessoas em todo o mundo foram forçadas a sair de casa. Entre elas estão quase 25,4 milhões de refugiados, mais de metade dos quais são menores de 18 anos.

Fonte: Diocese de Pesqueira

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br