Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Curso de Formação à Distância da Cáritas Brasileira

 

Print

 

 Objetivo

O Curso de Formação à Distância da Cáritas Brasileira tem o objetivo de qualificar a atuação dos gestores, assessores e agentes da Cáritas na construção do desenvolvimento solidário sustentável e territorial, em conjunto com os grupos de base.

Período

Todo o processo formativo vai de Outubro de 2017 a Julho de 2018. 

Matrículas

Encerradas

Colaboração

R$ 50,00 em taxa única para todo o curso

Materiais didáticos

Texto base sobre o tema, textos complementares, vídeos de curta duração.

Público

Gestores, assessores e agentes da Cáritas Brasileira, agentes das pastorais e movimentos sociais.

Faça sua inscrição AQUI

Realização

caritas logo

 

Parcerias

CEBI Virtual 20170830_163549

misereor_logo

 

Temas Geradores:

Pastoralidade e Transformação Social, Cultura da Solidariedade e Bem Viver, Sustentabilidade e Projeto Societário. Os temas geradores são conteúdos obrigatórios do curso.  Cada tema terá 30 (trinta) horas aula.

Temas Específicos:

Convivência com os biomas; Economia Popular Solidária; Infância, adolescência e juventudes; Migração e refúgio; e Mudanças climáticas e gestão de riscos. Cada tema terá 20 (vinte) horas aula. Cada participante pode escolher os temas específicos que deseja cursar.

O programa tem jornada máxima de 180 horas de capacitação, garante ainda a possibilidade de que cada pessoa organize seu próprio percurso formativo, com a exigência de inscrição em pelo menos um tema específico, totalizando assim 80 horas mínimas de formação à distância.

curso-caritas4

Print

A formação temática dos assessores técnicos e agentes voluntários será realizada na modalidade semi-presencial, por meio de encontros e cursos relacionados às áreas prioritárias de atuação da Rede Cáritas para o biênio 2017-2018.

A parte presencial será realizada por meio de encontros semestrais dos/as participantes em âmbito regional, com contribuição de especialistas nas temáticas.

A parte a distância será realizada por meio de cursos em plataforma virtual, com monitoria, fóruns temáticos e suporte dos/as conteudistas para aprofundamento das questões que surgirem ao longo de cada curso.

 

 II Módulo

Ivo Poletto

IVO POLETTO

Tema: Convivência com os Biomas 

Formação:

– Cientista social

– Teólogo

– Educador popular

Atuação:

– Atuou na CPT (1975-1992) e na Cáritas Brasileira (1993-2002).

– Participou da Equipe de Mobilização Social do Fome Zero (2003-2004).

– Atualmente é assessor nacional do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social. 

 Publicações: 

– Brasil, oportunidades perdidas. Rio de Janeiro: Ed. Garamond.

– Biomas do Brasil – da Exploração à Convivência – disponibilizado em edição virtual no link http://fmclimaticas.org.br/wp-content/uploads/2017/03/livro_BIOMAS_DO_BRASIL_2017_final.pdf 

 ??????????

JOILSON DE SOUZA TOLEDO

Tema: Juventudes

Formação:

– Mestrado em Ciências da Religião pela PUC GOIÁS 

– Pós-Graduação em Formação para a Vida Religiosa pela ESTEF (Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana)

– Graduação em Gestão Pastoral pelo ISTA (Instituto Santo Tomás de Aquino)

– Graduação em Teologia pela CESJF ( Centro de Estudos Superiores de Juiz de Fora) 

Atuação:

– Irmão Marista

– Assessor da Pastoral da Juventude (PJ) na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, Vila
Velha/ES

– Membro da Equipe Interdisciplinar da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

– Assessor teológico-pastoral das Cebs, da PJ e de Congregações Religiosas nas áreas
Juventudes, Pastoral da Juventude, Animação Vocacional; Teologia da Vida Religiosa; Bíblia
e Teologia Pastoral.

 Publicações: 
– O meu desejo é a vida do meu povo (Est 7,3): Os jovens da Bíblia provocando
subjetividades e autonomias na trajetória da Pastoral da Juventude. Fragmentos de Cultura
(Online), v. 26, p. 25-36, 2016.

– Quem foi que inventou a mania de pejotear: O incondicional como motivação de
identidades e militâncias em composições da Pastoral da Juventude. Observatória da Religião,
v. 2, p. 28-52, 2015.

– A Perseguição, a fraqueza e a cruz nas cartas paulinas iluminando a Caminhada da Pastoral
da Juventude. Fragmentos de Cultura (Online), v. 24, p. 95-103, 2014.

– É Caminhando que se faz o Caminho; – A Perícope de Emáus como paradigma do processo
Formativo numa Casa de Postulantado. Cadernos da ESTEF, v. 52, p. 75-88, 2014.

– “Com que roupa eu vou pro samba que você me convidou?” Esboço de uma teologia da
consagração contextualizada e esperançosa. Convergência (Rio de Janeiro. 1968), v. 475, p.
608-615, 2014.

 Gustavo Ornelas - Infância

GUSTAVO CÂNDIDO ORNELAS

Tema: Infâncias

Formação:

Pós-graduado em Gestão Educacional pelo Centro Universitário UNA/MG

Pós-graduado em Ensino de Filosofia pela UFPR. 

Licenciatura em filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA).

Atuação:

Atualmente é analista de pastoral na Província Marista Brasil Centro-Norte.

Carmem

CARMEM LUSSI

Tema: Migração e Refúgio

Formação:

– Doutora em Teologia pela PUC do Rio de Janeiro.

– Mestre em Missiologia pela Pontifícia Universidade Urbaniana de Roma.

Atuação:

– Esposa e mãe de duas crianças.

– Tem experiência nas áreas de sociologia e antropologia, com ênfase em Mobilidade Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: migrações internacionais, direitos humanos, pastoral da mobilidade humana, missionariedade e administração.

– Assessora do CSEM – Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios.

 Publicações: 

– Políticas públicas e desigualdades na migração e refúgio. Psicologia USP (Online) , v. 26, p. 1-18, 2015.

– Pensar pastoralmente a Campanha da Fraternidade sobre o tráfico de pessoas. Convergencia (Rio de Janeiro. 1968) , v. XLIX, p. 322-331, 2014.

– O compromisso de associações de migrantes, organizações e academia pelos direitos humanos das pessoas em mobilidade. REMHU (Brasília) , v. 21, p. 259-276, 2013.

– Missionários e Missionárias a Caminho de Emaús. Estudos de Religião , v. 25, p. 219-230, 2011.

– A linguagem no fazer teológico. Elementos do legado de Rahner sobre literatura e poesia. Revista Brasileira de Literaturas e Teologias , v. 2, p. 68-86, 2011.

– La tratta interroga l?esperienza ecclesiale. REMHU (Brasília) , v. 19, p. 195-214, 2011. 

– Abordagem teológico-pastoral ao tráfico de pessoas. Ciberteologia (São Paulo. Edição em Português) , v. 27, p. 1-31, 2010.

–  Mobilidade humana e evangelização. Contribuições a partir do contexto brasileiro. REB. Revista Eclesiástica Brasileira , v. 278, p. 276-305, 2010.

– Processos identitários entre os italianos da missão católica de Soligen, na Alemanha. Cadernos de história (UFOP. Mariana) , v. 5, p. 1-22, 2010.

–  A dinamicidade da identidade na vida consagrada. Convergencia (Rio de Janeiro. 1968) , v. 425, p. 626-641, 2009.

– Discípulos migrantes e migrantes missionários: elementos de pastoral da mobilidade humana a partir do Documento de Aparecida. Encontros Teológicos (Florianópolis) , v. 3, p. 135-152, 2008.

– Migrações Internacionais. Abordagens de direitos humanos. 1. ed. Brasília: CSEM, 2017. v. 1. 382p .

– Atendimento à população migrante: por uma abordagem integral. 1. ed. São Paulo: Polobooks, 2016. v. 1. 512p .

– Migrações e alteridade na comunidade cristã. Ensaio de teologia da mobilidade humana.. 1. ed. Brasília: CSEM, 2015. v. 1. 302p.

–  Mulheres migrantes em contexto inter-religioso. Círculos bíblicos. 1. ed. São Leopoldo: CEBI, 2009. v. 1. 42p .

– A MISSAO DA IGREJA NO CONTEXTO DA MOBILIDADE HUMANA. 1. ed. PETROPOLIS/BRASILIA: VOZES/CSEM, 2006. v. 1. 151p.  Entre outras.

ROBERTO

 ROBERTO MARINHO ALVES DA SILVA

Tema: Economia Popular Solidária 

Formação:

– Doutor em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (2006).

– Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (1999).

– Especialista em Políticas Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994).

–  Graduado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1989).

 
Atuação:
 
 
– Professor Associado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN (1994 – 2017), lotado no Departamento de Serviço Social.
 
– Foi Coordenador Geral, Diretor e Secretário Adjunto da Secretaria Nacional de Economia Solidária (2003 – 2016) e desenvolve ações de assessoria nos seguintes temas: políticas públicas no Semiárido brasileiro; economia solidária e desenvolvimento territorial sustentável.
 
– Educador popular e assessor técnico.
 
– Associado e dirigente de organizações da sociedade civil no Rio Grande do Norte  em iniciativas locais de desenvolvimento, economia popular solidária com agricultores familiares, educação popular e formação política em pastorais populares, no Serviço de Assistência Rural – SAR (1987 – 1994), Comitê Estadual de Ação da Cidadania do Rio Grande do Norte (1995 – 1997); Centro de Educação e Assessoria Herbert de Souza – CEAHS (1998 – 2000); Associação de Apoio às Comunidades do Campo – AACC/RN (1988 – 2000), Cáritas Regional NE II, entre outros.

 I Módulo

???????????????????????????????

PE.  FRANCISCO DE AQUINO JÚNIOR

Tema: Pastoralidade e Transformação Social

Formação:

– Doutorado em teologia na Universidade de Münster na Alemanha

– Bacharelado e mestrado em teologia na atual Faculdade Jesuítica de Filosofia e Teologia em Belo Horizonte (FAJE)

– Licenciatura em filosofia na Universidade Estadual do Ceará (UECE) 

Atuação:

– Presbítero da Diocese de Limoeiro do Norte – CE

– Professor de teologia na Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) e na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)

– Assessor teológico-pastoral das Cebs, da caritas, das pastorais sociais e de várias dioceses no Ceará e pelo Brasil afora

 Publicações: 

A Teologia como intelecção do reinado de Deus: O método da teologia da libertação segundo Ignacio Ellacuría (2010); O caráter práxico-social da teologia: Tópicos fundamentais de epistemologia teológica (2017). Editora Loyola.

 A dimensão socioestrutral do reinado de Deus: Escritos de teologia social (2011); Teoria teológica – práxis teologal: Sobre o método da teologia da libertação (2012); Viver segundo o espírito de Jesus Cristo: Espiritualidade como seguimento (2014); Nas periferias do mundo: Fé – Igreja – Sociedade (2017). Editora Paulinas.

Pastoral social: Dimensão socioestrutural da caridade cristã (2016). Editora CNBB.

 MARILENA

 MARILENE MAIA 

Tema: Sustentabilidade Organizacional e Cultura da Solidariedade 

Formação:

–  Mestre e Doutora em Serviço Social pela PUCRS. Especialista em Serviço Social e Política Social (UnB).

– Especialista em Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/FIOCRUZ).

Atuação:

 -Professora Assistente do curso de Serviço social  da Universidade do Vale do Rio dos Sinos / RS (UNISINOS);

– Coordenadora do Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos SInos (ObservaSinos) – Instituto Humanitas Unisinos – IHU).  

– Coordenadora do curso de especialização em Gestão Social da Unisinos. Áreas de atuação e interesse: políticas públicas, gestão social e organizações da sociedade civil.

 

Márcia 2

 MÁRCIA MARIA DE OLIVEIRA

Tema: Cultura do Bem Viver

 Formação: 

– Pós-Doutora em Sociedade e Fronteiras (PPGSOF/UFRR)

– Doutora em Sociedade e Cultura na Amazônia ( PPGSCA/UFAM)

– Mestre em Gênero, Identidade e Cidadania (Universidad de Huelva – Espanha)

– Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/UFAM)

– Cientista Social, licenciada em Sociologia (UFAM)

Atuação:

– Pesquisadora do Grupo de Estudos Migratórios da Amazônia – GEMA/UFAM

– Pesquisadora do Grupo de Estudo Interdisciplinar sobre Fronteiras: Processos Sociais e Simbólicos – GEIFRON/UFRR

– Pesquisadora do Grupo de Estudos História, Sociedade e Educação no Brasil – HISTEDBR/UNIR

– Pesquisadora do Centro de Estudos Marxistas em Educação e História na Amazônia (CEMEHIA)

– Professora da Universidade Federal de Rondônia – UNIR

– Pesquisadora do Observatório das Migrações em Rondônia – UNIR

– Voluntária da Cáritas  e da REPAM. 

 

 

Acesse a plataforma Cebi Virtual AQUI

I MÓDULO

16 a 20 de outubro/17 – Ambientação e Acolhida na plataforma virtual 

21 a 31 de outubro/17 – Apresentação do curso e dos temas geradores

01 a 15 de novembro/17 – Pastoralidade e Transformação Social 

15 a 30 de novembro/17 – Cultura da Solidariedade e Bem Viver 

01 a 15 de dezembro/17 – Sustentabilidade Organizacional e Projetos Societários

16 de dezembro/17 a 31 de janeiro/18  – Sistematização do Módulo I (trabalho final)

Até 15 de fevereiro/18 – Devolutiva das sistematizações 

II MÓDULO

16 a 23 de fevereiro/18 – Ambientação 

24 de fevereiro /18 – Início das temáticas das 05 áreas de atuação

24/02 à 20/03/18  – Primeira questão para debate em cada turma.

21/03 à 14/04/18  – Segunda questão para debate em cada turma.

15 de Abril/18 – Início do trabalho final 

15 de Maio/18 – Último dia de entrega do trabalho final

31 de Maio – Devolutiva das sistematizações

Maio Encontro Presencial obrigatório – nos regionais

 

Print

 

 Objetivo

O Curso de Formação à Distância da Cáritas Brasileira tem o objetivo de qualificar a atuação dos gestores, assessores e agentes da Cáritas na construção do desenvolvimento solidário sustentável e territorial, em conjunto com os grupos de base.

Período

Todo o processo formativo vai de Outubro de 2017 a Julho de 2018. 

Matrículas

Encerradas

Colaboração

R$ 50,00 em taxa única para todo o curso

Materiais didáticos

Texto base sobre o tema, textos complementares, vídeos de curta duração.

Público

Gestores, assessores e agentes da Cáritas Brasileira, agentes das pastorais e movimentos sociais.

Faça sua inscrição AQUI

Realização

caritas logo

 

Parcerias

CEBI Virtual 20170830_163549

misereor_logo

 

Temas Geradores:

Pastoralidade e Transformação Social, Cultura da Solidariedade e Bem Viver, Sustentabilidade e Projeto Societário. Os temas geradores são conteúdos obrigatórios do curso.  Cada tema terá 30 (trinta) horas aula.

Temas Específicos:

Convivência com os biomas; Economia Popular Solidária; Infância, adolescência e juventudes; Migração e refúgio; e Mudanças climáticas e gestão de riscos. Cada tema terá 20 (vinte) horas aula. Cada participante pode escolher os temas específicos que deseja cursar.

O programa tem jornada máxima de 180 horas de capacitação, garante ainda a possibilidade de que cada pessoa organize seu próprio percurso formativo, com a exigência de inscrição em pelo menos um tema específico, totalizando assim 80 horas mínimas de formação à distância.

curso-caritas4

Print

A formação temática dos assessores técnicos e agentes voluntários será realizada na modalidade semi-presencial, por meio de encontros e cursos relacionados às áreas prioritárias de atuação da Rede Cáritas para o biênio 2017-2018.

A parte presencial será realizada por meio de encontros semestrais dos/as participantes em âmbito regional, com contribuição de especialistas nas temáticas.

A parte a distância será realizada por meio de cursos em plataforma virtual, com monitoria, fóruns temáticos e suporte dos/as conteudistas para aprofundamento das questões que surgirem ao longo de cada curso.

 

 II Módulo

Ivo Poletto

IVO POLETTO

Tema: Convivência com os Biomas 

Formação:

– Cientista social

– Teólogo

– Educador popular

Atuação:

– Atuou na CPT (1975-1992) e na Cáritas Brasileira (1993-2002).

– Participou da Equipe de Mobilização Social do Fome Zero (2003-2004).

– Atualmente é assessor nacional do Fórum Mudanças Climáticas e Justiça Social. 

 Publicações: 

– Brasil, oportunidades perdidas. Rio de Janeiro: Ed. Garamond.

– Biomas do Brasil – da Exploração à Convivência – disponibilizado em edição virtual no link http://fmclimaticas.org.br/wp-content/uploads/2017/03/livro_BIOMAS_DO_BRASIL_2017_final.pdf 

 ??????????

JOILSON DE SOUZA TOLEDO

Tema: Juventudes

Formação:

– Mestrado em Ciências da Religião pela PUC GOIÁS 

– Pós-Graduação em Formação para a Vida Religiosa pela ESTEF (Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana)

– Graduação em Gestão Pastoral pelo ISTA (Instituto Santo Tomás de Aquino)

– Graduação em Teologia pela CESJF ( Centro de Estudos Superiores de Juiz de Fora) 

Atuação:

– Irmão Marista

– Assessor da Pastoral da Juventude (PJ) na Paróquia Nossa Senhora dos Navegantes, Vila
Velha/ES

– Membro da Equipe Interdisciplinar da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB)

– Assessor teológico-pastoral das Cebs, da PJ e de Congregações Religiosas nas áreas
Juventudes, Pastoral da Juventude, Animação Vocacional; Teologia da Vida Religiosa; Bíblia
e Teologia Pastoral.

 Publicações: 
– O meu desejo é a vida do meu povo (Est 7,3): Os jovens da Bíblia provocando
subjetividades e autonomias na trajetória da Pastoral da Juventude. Fragmentos de Cultura
(Online), v. 26, p. 25-36, 2016.

– Quem foi que inventou a mania de pejotear: O incondicional como motivação de
identidades e militâncias em composições da Pastoral da Juventude. Observatória da Religião,
v. 2, p. 28-52, 2015.

– A Perseguição, a fraqueza e a cruz nas cartas paulinas iluminando a Caminhada da Pastoral
da Juventude. Fragmentos de Cultura (Online), v. 24, p. 95-103, 2014.

– É Caminhando que se faz o Caminho; – A Perícope de Emáus como paradigma do processo
Formativo numa Casa de Postulantado. Cadernos da ESTEF, v. 52, p. 75-88, 2014.

– “Com que roupa eu vou pro samba que você me convidou?” Esboço de uma teologia da
consagração contextualizada e esperançosa. Convergência (Rio de Janeiro. 1968), v. 475, p.
608-615, 2014.

 Gustavo Ornelas - Infância

GUSTAVO CÂNDIDO ORNELAS

Tema: Infâncias

Formação:

Pós-graduado em Gestão Educacional pelo Centro Universitário UNA/MG

Pós-graduado em Ensino de Filosofia pela UFPR. 

Licenciatura em filosofia pelo Instituto Santo Tomás de Aquino (ISTA).

Atuação:

Atualmente é analista de pastoral na Província Marista Brasil Centro-Norte.

Carmem

CARMEM LUSSI

Tema: Migração e Refúgio

Formação:

– Doutora em Teologia pela PUC do Rio de Janeiro.

– Mestre em Missiologia pela Pontifícia Universidade Urbaniana de Roma.

Atuação:

– Esposa e mãe de duas crianças.

– Tem experiência nas áreas de sociologia e antropologia, com ênfase em Mobilidade Humana, atuando principalmente nos seguintes temas: migrações internacionais, direitos humanos, pastoral da mobilidade humana, missionariedade e administração.

– Assessora do CSEM – Centro Scalabriniano de Estudos Migratórios.

 Publicações: 

– Políticas públicas e desigualdades na migração e refúgio. Psicologia USP (Online) , v. 26, p. 1-18, 2015.

– Pensar pastoralmente a Campanha da Fraternidade sobre o tráfico de pessoas. Convergencia (Rio de Janeiro. 1968) , v. XLIX, p. 322-331, 2014.

– O compromisso de associações de migrantes, organizações e academia pelos direitos humanos das pessoas em mobilidade. REMHU (Brasília) , v. 21, p. 259-276, 2013.

– Missionários e Missionárias a Caminho de Emaús. Estudos de Religião , v. 25, p. 219-230, 2011.

– A linguagem no fazer teológico. Elementos do legado de Rahner sobre literatura e poesia. Revista Brasileira de Literaturas e Teologias , v. 2, p. 68-86, 2011.

– La tratta interroga l?esperienza ecclesiale. REMHU (Brasília) , v. 19, p. 195-214, 2011. 

– Abordagem teológico-pastoral ao tráfico de pessoas. Ciberteologia (São Paulo. Edição em Português) , v. 27, p. 1-31, 2010.

–  Mobilidade humana e evangelização. Contribuições a partir do contexto brasileiro. REB. Revista Eclesiástica Brasileira , v. 278, p. 276-305, 2010.

– Processos identitários entre os italianos da missão católica de Soligen, na Alemanha. Cadernos de história (UFOP. Mariana) , v. 5, p. 1-22, 2010.

–  A dinamicidade da identidade na vida consagrada. Convergencia (Rio de Janeiro. 1968) , v. 425, p. 626-641, 2009.

– Discípulos migrantes e migrantes missionários: elementos de pastoral da mobilidade humana a partir do Documento de Aparecida. Encontros Teológicos (Florianópolis) , v. 3, p. 135-152, 2008.

– Migrações Internacionais. Abordagens de direitos humanos. 1. ed. Brasília: CSEM, 2017. v. 1. 382p .

– Atendimento à população migrante: por uma abordagem integral. 1. ed. São Paulo: Polobooks, 2016. v. 1. 512p .

– Migrações e alteridade na comunidade cristã. Ensaio de teologia da mobilidade humana.. 1. ed. Brasília: CSEM, 2015. v. 1. 302p.

–  Mulheres migrantes em contexto inter-religioso. Círculos bíblicos. 1. ed. São Leopoldo: CEBI, 2009. v. 1. 42p .

– A MISSAO DA IGREJA NO CONTEXTO DA MOBILIDADE HUMANA. 1. ed. PETROPOLIS/BRASILIA: VOZES/CSEM, 2006. v. 1. 151p.  Entre outras.

ROBERTO

 ROBERTO MARINHO ALVES DA SILVA

Tema: Economia Popular Solidária 

Formação:

– Doutor em Desenvolvimento Sustentável pela Universidade de Brasília (2006).

– Mestre em Ciência Política pela Universidade Federal de Pernambuco (1999).

– Especialista em Políticas Sociais pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1994).

–  Graduado em Filosofia pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (1989).

 
Atuação:
 
 
– Professor Associado na Universidade Federal do Rio Grande do Norte – UFRN (1994 – 2017), lotado no Departamento de Serviço Social.
 
– Foi Coordenador Geral, Diretor e Secretário Adjunto da Secretaria Nacional de Economia Solidária (2003 – 2016) e desenvolve ações de assessoria nos seguintes temas: políticas públicas no Semiárido brasileiro; economia solidária e desenvolvimento territorial sustentável.
 
– Educador popular e assessor técnico.
 
– Associado e dirigente de organizações da sociedade civil no Rio Grande do Norte  em iniciativas locais de desenvolvimento, economia popular solidária com agricultores familiares, educação popular e formação política em pastorais populares, no Serviço de Assistência Rural – SAR (1987 – 1994), Comitê Estadual de Ação da Cidadania do Rio Grande do Norte (1995 – 1997); Centro de Educação e Assessoria Herbert de Souza – CEAHS (1998 – 2000); Associação de Apoio às Comunidades do Campo – AACC/RN (1988 – 2000), Cáritas Regional NE II, entre outros.

 I Módulo

???????????????????????????????

PE.  FRANCISCO DE AQUINO JÚNIOR

Tema: Pastoralidade e Transformação Social

Formação:

– Doutorado em teologia na Universidade de Münster na Alemanha

– Bacharelado e mestrado em teologia na atual Faculdade Jesuítica de Filosofia e Teologia em Belo Horizonte (FAJE)

– Licenciatura em filosofia na Universidade Estadual do Ceará (UECE) 

Atuação:

– Presbítero da Diocese de Limoeiro do Norte – CE

– Professor de teologia na Faculdade Católica de Fortaleza (FCF) e na Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP)

– Assessor teológico-pastoral das Cebs, da caritas, das pastorais sociais e de várias dioceses no Ceará e pelo Brasil afora

 Publicações: 

A Teologia como intelecção do reinado de Deus: O método da teologia da libertação segundo Ignacio Ellacuría (2010); O caráter práxico-social da teologia: Tópicos fundamentais de epistemologia teológica (2017). Editora Loyola.

 A dimensão socioestrutral do reinado de Deus: Escritos de teologia social (2011); Teoria teológica – práxis teologal: Sobre o método da teologia da libertação (2012); Viver segundo o espírito de Jesus Cristo: Espiritualidade como seguimento (2014); Nas periferias do mundo: Fé – Igreja – Sociedade (2017). Editora Paulinas.

Pastoral social: Dimensão socioestrutural da caridade cristã (2016). Editora CNBB.

 MARILENA

 MARILENE MAIA 

Tema: Sustentabilidade Organizacional e Cultura da Solidariedade 

Formação:

–  Mestre e Doutora em Serviço Social pela PUCRS. Especialista em Serviço Social e Política Social (UnB).

– Especialista em Ativação de Processos de Mudança na Formação Superior de Profissionais de Saúde pela Escola Nacional de Saúde Pública Sergio Arouca (ENSP/FIOCRUZ).

Atuação:

 -Professora Assistente do curso de Serviço social  da Universidade do Vale do Rio dos Sinos / RS (UNISINOS);

– Coordenadora do Observatório da Realidade e das Políticas Públicas do Vale do Rio dos SInos (ObservaSinos) – Instituto Humanitas Unisinos – IHU).  

– Coordenadora do curso de especialização em Gestão Social da Unisinos. Áreas de atuação e interesse: políticas públicas, gestão social e organizações da sociedade civil.

 

Márcia 2

 MÁRCIA MARIA DE OLIVEIRA

Tema: Cultura do Bem Viver

 Formação: 

– Pós-Doutora em Sociedade e Fronteiras (PPGSOF/UFRR)

– Doutora em Sociedade e Cultura na Amazônia ( PPGSCA/UFAM)

– Mestre em Gênero, Identidade e Cidadania (Universidad de Huelva – Espanha)

– Mestre em Sociedade e Cultura na Amazônia (PPGSCA/UFAM)

– Cientista Social, licenciada em Sociologia (UFAM)

Atuação:

– Pesquisadora do Grupo de Estudos Migratórios da Amazônia – GEMA/UFAM

– Pesquisadora do Grupo de Estudo Interdisciplinar sobre Fronteiras: Processos Sociais e Simbólicos – GEIFRON/UFRR

– Pesquisadora do Grupo de Estudos História, Sociedade e Educação no Brasil – HISTEDBR/UNIR

– Pesquisadora do Centro de Estudos Marxistas em Educação e História na Amazônia (CEMEHIA)

– Professora da Universidade Federal de Rondônia – UNIR

– Pesquisadora do Observatório das Migrações em Rondônia – UNIR

– Voluntária da Cáritas  e da REPAM. 

 

 

Acesse a plataforma Cebi Virtual AQUI

I MÓDULO

16 a 20 de outubro/17 – Ambientação e Acolhida na plataforma virtual 

21 a 31 de outubro/17 – Apresentação do curso e dos temas geradores

01 a 15 de novembro/17 – Pastoralidade e Transformação Social 

15 a 30 de novembro/17 – Cultura da Solidariedade e Bem Viver 

01 a 15 de dezembro/17 – Sustentabilidade Organizacional e Projetos Societários

16 de dezembro/17 a 31 de janeiro/18  – Sistematização do Módulo I (trabalho final)

Até 15 de fevereiro/18 – Devolutiva das sistematizações 

II MÓDULO

16 a 23 de fevereiro/18 – Ambientação 

24 de fevereiro /18 – Início das temáticas das 05 áreas de atuação

24/02 à 20/03/18  – Primeira questão para debate em cada turma.

21/03 à 14/04/18  – Segunda questão para debate em cada turma.

15 de Abril/18 – Início do trabalho final 

15 de Maio/18 – Último dia de entrega do trabalho final

31 de Maio – Devolutiva das sistematizações

Maio Encontro Presencial obrigatório – nos regionais

 

 

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br