English
Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cardeal Tagle pede “solução humana” para refugiados

23 de setembro de 2016
rv4327_articolo

Para o presidente da Caritas Internationalis, o cardeal filipino Luis Antonio Tagle, a crise de refugiados exige “uma solução humana” por parte dos líderes mundiais, com respostas “políticas, diplomáticas, humanitárias”. “Não se resolve o problema dos refugiados nem os conflitos aos quais estão ligados, com a guerra. Todos perdem, na guerra”, advertiu dom Luis Antonio Tagle durante visita à cidade de Fátima, Portugal, onde falava para os participantes na assembleia-geral da Ordem dos Carmelitas.

O responsável sublinha que o Papa Francisco e a Igreja Católica “não levantam a sua voz como líderes políticos” na questão dos refugiados, pois a motivação é bem mais ampla. “O Santo Padre é muito claro, ele está a dar voz ao Evangelho, sobretudo ao Evangelho sobre a dignidade de cada ser humano”, pontua dom Tagle.

Conforme o cardeal, está em causa a “dignidade” de seres humanos que perderam tudo, e que “não são apenas estrangeiros. São irmãos e irmãs”. O presidente da Caritas Internationalis admite que o assunto é “muito complexo”, com vários pontos de vista, mas reforça a ideia de que a Igreja Católica manifesta “preocupações humanitárias” e não político-partidárias.

Dom Tagle esteve na Grécia para aferir a forma como está sendo dado o apoio a pessoas e famílias vindas de países como a Síria, Afeganistão ou Iraque. O cardeal filipino entende que é preciso refletir sobre o nexo entre pobreza e falta de paz, lamentando que a riqueza esteja confinada às mãos de alguns. “Como é que os pobres não desfrutam dos benefícios do desenvolvimento?”, questiona ele.

De acordo com dom Luis Antonio Tagle, a Igreja entra nestes debates “como consciência”. Ele deixou um apelo: “Vamos rever os nossos sistemas econômicos, sociais, políticos, educativos”; e fez também uma reflexão sobre o Jubileu da Misericórdia, convocado pelo Papa Francisco para recordar a “relação de Deus” com cada pessoa, o seu amor, “num mundo onde há tanto terror, medo, impaciência” e “barreiras”.

Na sua quarta visita a Portugal, o cardeal Tagle elogiou a “simplicidade” do povo português e lembrou que, em 2021, completam-se 500 anos da chegada do português Fernão de Magalhães ao que é hoje o território das Filipinas. A ligação entre Portugal e Filipinas leva anualmente muitos peregrinos do país asiático à região de Fátima. “A imagem peregrina de Nossa Senhora de Fátima já visitou as Filipinas várias vezes, porque o povo filipino está muito ligado à Virgem Maria”, explicou ele.

Fonte: Agência Ecclesia, com edição da Assessoria Nacional de Comunicação da Cáritas Brasileira
Foto: Rádio Vaticano

SOS HAITI FURACÃO

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br