Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cáritas Brasileira torna público a realização do processo seletivo simplificado para contratação de pessoal para a execução do Programa de resposta à Crise Humanitária

22 de junho de 2019

EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 002/2019

PROCESSO SELETIVO SIMPLIFICADO DE CONTRATAÇÃO DE PESSOAL

A Cáritas Brasileira, organismo da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), atendendo o disposto no projeto “Venezuelan Crisis Response Brazil” Nº 720FDA18CA00014, torna público a realização do processo seletivo simplificado para contratação de pessoal para a execução do Programa de resposta à Crise Humanitária.

I – DO LANÇAMENTO DO EDITAL DE SELEÇÃO Nº. 002/2019

Tendo em vista a composição da equipe do Programa acima, a Cáritas Brasileira lança o presente edital de processo seletivo simplificado para preenchimento das vagas a seguir:

II – DAS VAGAS

 

ID

Cargo

Carga horária

Tempo[1]

Qtd

Local de Atuação

CB01

Assessor Técnico de Emergências

40h/sem

Até 12 meses

1

Brasília

CB02

Assessor Local -Emergências

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB03

Assessor Local – Administrativo

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB04

Assessor Local – Comunicação

40h/sem

Até 12 meses

2

Brasília e Boa Vista

CB05

Articulador Regional – Compras

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB06

Assessor Local – WASH

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB07

Assessor Local – Engenharia

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB08

Assessor Técnico – Higiene e Saúde

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB09

Assessor Local – Serviço Social

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB10

Assessor Local – Psicologia

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB11

Assessor Local – Direito

40h/sem

Até 12 meses

1

Boa Vista

CB12

Articulador Local – Monitoramento e Avaliação

40h/sem

Até 12 meses

2

Boa Vista

CB13

Educador de Ação Social

40h/sem

Até 12 meses

6

Pacaraima e Boa Vista

III – DAS ATRIBUIÇÕES E REQUISITOS DA FUNÇÃO

 

CB01 – ASSESSOR TÉCNICO – EMERGÊNCIAS

Funções

 

Coordenar a implementação geral do projeto e toda a equipe possibilitando uma gestão compartilhada das ações; ser referência representativa nacional para outras instâncias públicas e civis ou outros atores implementadores; garantir o cumprimento de todos os termos e condições do contrato, incluindo implementação, programa e relatórios financeiros globais. Faça a ligação com os doadores e seja responsável em geral pela implementação e elaboração de relatórios do programa de qualidade.

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior na área de Ciências Humanas e Sociais ou áreas afins;

·       Ter experiência de dois anos comprovada na área de atuação;

·       Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas de planejamento estratégico e/ou participativo; conhecer a realidade da conjuntura da migração venezuelana;

·       Conhecimento e familiaridade com requerimentos de programas de assistência internacional, preferencialmente PRM/OFDA/USAID e/ou outras agências de financiamento, suas políticas e normas.

·       Domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas de monitoramento e avaliação

·       Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Ter habilidade em processos de articulação e mobilização social;

·       Domínio dos principais recursos da informática e softwares do pacote office;

·       Capacidade de planejar e coordenar eventos, solucionar problemas, mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·       Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Brasília.

·       Ter fluência em inglês;

 

CB02 – ASSESSOR LOCAL – EMERGÊNCIAS

Funções                                                                                                                                                      

 

Coordenar a equipe local e as ações de campo para população venezuelana, possibilitando uma gestão compartilhada das ações; ser referência representativa para outras instâncias públicas e civis ou outros atores implementadores, bem como com o ACNUR, OIM, etc., quando solicitado; garantir o cumprimento dos prazos da implementação do programa e relatórios narrativos e financeiros.

Requisitos exigidos

·   Formação superior nas áreas de Ciências Humanas e Sociais;

·   Ter experiência de dois anos comprovada na área de atuação;

·   Ter atuado na área de Gestão de Riscos e Emergências;

·   Conhecimento das normas do Projeto Esfera;

·   Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas de planejamento estratégico e/ou participativo; conhecer a realidade da conjuntura da migração venezuelana;

·   Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·   Capacidade analítica e senso crítico;

·   Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·   Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·   Ter habilidade em processos de articulação e mobilização social;

·   Domínio dos principais recursos da informática e softwares do pacote office;

·   Capacidade de planejar e coordenar eventos, solucionar problemas, mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·   Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·   Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

CB03 – ASSESSOR LOCAL – ADMINISTRATIVO

Funções

 

Processar os desembolsos financeiros de acordo com os requisitos, preparar a solicitação de pagamentos e assegurar o pagamento pontual aos fornecedores por meio do acompanhamento das solicitações de pagamento enviadas eletronicamente (documentos de suporte digitalizados) ao Escritório de Brasília; Enviar a documentação original (backup de solicitações de pagamento) semanalmente para o escritório em Brasília; Acompanhar e garantir fechamento oportuno relacionado a contas a receber e outros avanços de projetos emergenciais em dólares/euros. Realizar cálculos de impostos de acordo com a lei local. Manter um arquivo físico e eletrônico de todas as solicitações de pagamento feitas. Salvaguardar a documentação financeira contábil, até que seja enviada ao Escritório de Brasília.

Requisitos exigidos

·       Curso técnico ou cursando nível superior em Administração ou Contabilidade;

·       Ter conhecimentos avançados em procedimentos e instrumentos financeiros e contábeis;

·       Experiência comprovada na área;

·       Domínio do pacote office e internet;

·       Habilidades para organização de documentos financeiros;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos;

·       Cumprir prazos e garantir as entregas das prestações de contas;

·       Ter disposição para trabalho em equipe;

·       Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais;

·       Disponibilidade para viagens e fixar residência em Boa Vista.

 

CB04 – ASSESSOR LOCAL – COMUNICAÇÃO

Funções

 

Planejar e implementar ações de comunicação que favoreçam o acesso a água, higiene e saúde para o público prioritários; Redigir comunicados à imprensa; coordenar entrevistas; produzir boletins internos e externos que possibilitam o amplo acesso a informação; Alimentar o site e meios de comunicação digital da organização com informações do andamento do programa; colaborar na produção dos relatórios de execução e fazer os registros fotográficos de todas as ações; Elaborar o plano de mídia, planejar e desenvolver campanhas e eventos; Aplicar palestras sobre o projeto ao público;

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Comunicação Social nas mais diversas habilitações;

·       Experiência comprovada na área;

·       Capacidade de elaboração de textos para informes,

·       Amplos conhecimentos de comunicação virtual e impressa;

·       Domínio de softwares de edição de texto, gráfica e imagens;

·       Domínio dos principais recursos da informática e softwares do pacote office;

·       Ter domínio da língua portuguesa;

·       Desejável espanhol;

·       Conhecimento da realidade local da migração venezuelana;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Disponibilidade para fixar residência em Boa Vista ou Brasília;

 

CB05 – ARTICULADOR REGIONAL – COMPRAS

Funções

 

Gestão e controle de todos os processos de compras, desenvolvimento e aprovação de novos fornecedores para obter melhores preços, condições de pagamento e prazos, gerenciar cadastro de fornecedores, realizar visitas técnicas e resolução de conflitos, acompanhar as principais tendências do mercado de suprimentos. Formar e gerenciar os Comitês de Licitações, planejar, dirigir e controlar compras de materiais e equipamentos, de acordo com as políticas e necessidades da Cáritas Brasileira, orientar e participar do desenvolvimento de novos fornecedores, supervisionar a elaboração e manutenção do cadastro de fornecedores. Organizar o armazém, controlando estoque, saídas e entradas de mercadoria.

Requisitos exigidos

·       Curso técnico ou cursando nível superior em administração ou contabilidade;

·       Experiência comprovada na área;

·       Facilidade de diálogo com fornecedores;

·       Habilidades para organização de documentos financeiros;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos;

·       Cumprir prazos e garantir as entregas das prestações de contas;

·       Capacidade de trabalho em equipe e diálogo social;

·       Domínio dos principais recursos da informática e softwares do pacote office;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Disponibilidade para fixar residência em Boa Vista;

 

 

CB06 – ASSESSOR LOCAL – WASH

Funções

 

Coordenará todos os aspectos técnicos do projeto em termos de promoção de água, saneamento e higiene e atividades de promoção de higiene.

 

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Engenharia Civil, Saúde Publica ou Ciências Humanas, Sociais

·       Experiência comprovada na área de Água, Saneamento e Higiene;

·       Familiaridade com a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais sobre acesso à água, saneamento e higiene

·       Familiaridade com os padrões de ESFERA em Água, Saneamento e Higiene.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Disponibilidade para fixar residência em Boa Vista;

 

CB07 – ASSESSOR LOCAL – ENGENHARIA

Funções

 

Supervisionar diariamente todas as obras de construção e infraestrutura de Abastecimento de Água e Saneamento, bem como auxiliar tecnicamente com algumas inspeções de propriedade de aluguel. Revisar, caso necessário, os projetos técnicos.

 

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Engenharia Civil

·       Experiência comprovada na área de Abastecimento de Água e Saneamento;

·       Familiaridade com a dinâmica de funcionamento das ONGs e organismos governamentais de acesso à água e saneamento.

·       Ter capacidade de supervisar contratantes e mão de obra em construção

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Disponibilidade para fixar residência em Boa Vista;

 

CB08 – ASSESSOR LOCAL – HIGIENE E SAÚDE

Funções

 

Apoiará a gestão geral da parte de Promoção de Higiene do projeto. Esta pessoa terá formação em Saúde Pública para poder gerir uma equipe de educadores para ministrar cursos de promoção de higiene conforme currículo aprovado pelo FUNASA.

 

Requisitos exigidos

·        Formação na área de Saúde Pública;

·        Experiência comprovada na área de Saúde Pública e Promoção de Higiene;

·        Familiaridade com a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais e higiene.

·        Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas de pedagogia comunitário e participativo; conhecer a realidade da conjuntura da migração venezuelana;

·        Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·        Conhecer a realidade da conjuntura de violação de Direitos Humanos, assim como os mecanismos de acesso aos principais direitos sociais através das Redes de Proteção;

·        Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·        Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·        Capacidade de planejar e coordenar eventos; solucionar problemas, mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·        Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·        Disponibilidade para fixar residência em Boa Vista;

 

CB09 – ASSESSOR LOCAL – SERVIÇO SOCIAL

Funções

 

Mapear e viabilizar parcerias com órgãos públicos, associações, universidades e movimentos sociais para o encaminhamento/atendimento de demandas sociais locais; estabelecer relação com os CRAS, CREAS, Conselhos e Fóruns de direitos; promover a orientação social para a promoção do acesso a água, saúde e higiene para o público prioritário da ação, registrando-os devidamente; Participar em fóruns, redes e conselhos locais; participar da construção e alimentação de banco de dados das informações, resultados e impactos das mudanças ocorridas nas vidas do público prioritário; elaborar e efetivar plano e conteúdo de palestras e encontros para capacitação do público.

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Serviço Social;

·       Ter inscrição junto ao Conselho respectivo da categoria;

·       Ter experiência de dois anos comprovada na área de atuação;

·       Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas do serviço social de uma forma ampla;

·       Conhecer a realidade da conjuntura de violação de Direitos Humanos, assim como os mecanismos de acesso aos principais direitos sociais através das Redes de Proteção;

·       Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Capacidade de planejar e coordenar eventos; solucionar problemas, mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·       Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

CB10 – ASSESSOR LOCAL – PSICOLOGIA

Funções

 

Assessorar, a instituição organizando objetivos políticos e comunitários na elaboração e implementação do programa de acesso a água e higiene, visando o auxílio em situações planejadas ou resolução de possíveis conflitos; Oferecer apoio psicológico aos beneficiários do programa favorecendo a prática de higiene e saúde; favorecer organização de coletivos comunitários com o público atendido, auxiliando-os na identificação de problemas coletivos e motivando-os para trabalho em comunhão (Psicologia coletiva); participar de fóruns, redes e conselhos locais; participar da construção e alimentação de banco de dados das informações, resultados e impactos das mudanças ocorridas nas vidas do público prioritário; elaborar e efetivar plano e conteúdo de palestras e encontros para capacitação do público; elaborar relatório das atividades realizadas, registrando especialmente os resultados; Desenvolver estudos sobre características psicossociais de grupos étnicos, religiosos, classes e segmentos sociais, nacionais, intra e interculturais. Apresentação de relatórios de acompanhamento.

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Psicologia;

·       Ter inscrição junto ao Conselho respectivo da categoria;

·       Ter experiência de dois anos comprovada na área de atuação;

·       Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas da psicologia de uma forma ampla;

·       Conhecer a realidade da conjuntura de violação de Direitos Humanos, assim como os mecanismos de acesso aos principais direitos sociais através das Redes de Proteção;

·       Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Capacidade de planejar e coordenar eventos; solucionar problemas,

·       Mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·       Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

CB11 – ASSESSOR LOCAL – DIREITO

Funções

 

Assessorar migrantes que utilizarão dos serviços de acesso a água e higiene verificando documentações, situação migratória, aconselhamentos jurídicos que favoreçam a estadia e melhores condições de vida dos migrantes beneficiados com esta ação; estabelecer relação com o Ministério público, defensoria pública, associações de advogados populares, promotores populares e articulações diversas deste seguimento para a utilização da rede de proteção; análise, revisão e elaboração de contratos com potenciais parceiros; participar da construção e alimentação de banco de dados das informações, resultados e impactos das mudanças ocorridas nas vidas do público prioritário.

Requisitos exigidos

·       Curso de nível superior em Direito;

·       Ter experiência comprovada na área de atuação;

·       Ter domínio de conceitos, instrumentais e ferramentas do direito de uma forma ampla;

·       Conhecer a realidade da legislação trabalhista, fiscal e tributária no que tange a realidade das Organizações da Sociedade Civil;

·       Conhecer a Lei de Migração e demais legislações relacionadas ao tema de migração, refúgio e emergências.

·       Ter domínio do novo Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil e suas implicações práticas;

·       Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·       Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·       Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·       Capacidade de planejar e coordenar eventos; solucionar problemas, mediar processos decisórios e conflitos; iniciativa e dinamismo;

·       Orientação a resultados e compromisso com metas e acordos.

·       Desejável inglês e espanhol;

·       Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

CB12 – ASSESSOR LOCAL – MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

Funções

 

Projetar e programar as formas de coleta de informações que respondam aos indicadores propostos no projeto de emergência; Coordenar, orientar, treinar e auxiliar direta e virtualmente na coleta de dados de maneira oportuna e relevante; identificar informações incompletas ou errôneas e retribuí-las aos técnicos para correção e complementação das informações; Processar os dados coletados e apresentar resultados e tabelas de saída e relatórios de dados em tempo hábil para a tomada de decisões.

Requisitos exigidos

·       Ensino médio completo;

·       Domínio de ferramentas de coleta e processamento de dados;

·       Domínio de planilhas e sistema de banco de dados;

·       Participar de projetos para determinar as necessidades de ferramentas e as características que eles devem ter para serem usados ​​na coleta de dados.

·       Distribuir dispositivos e faça sinais de acordo para aqueles que os recebem.

·       Suporte direto e suporte virtual constante no uso das ferramentas de coleta de dados (configuração, correção de erros e suporte ao usuário);

·       Apoiar e colaborar no gerenciamento de informações para fins da transparência da ação;

·       Buscar parceiros para apoio e suporte e promoção da ação local.

·       Bom raciocínio lógico,

·       Capacidade analítica avançada;

·       Compromisso com entregas e prazos;

·       Análise e interpretação de relatórios de dados para doadores e pessoal técnico;

·       Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

CB13 – EDUCADOR DE AÇÃO SOCIAL

Funções

 

Ensinar práticas higiênicas e garantir mudanças de comportamento. Apoiar a concepção e administração de avaliações e estudos de base para identificar os riscos e prioridades de saúde, relacionados com a água, saneamento e higiene; Suporte no desenho e planejamento de atividades para reduzir os riscos à saúde, com referência tanto a aspectos físicos quanto a aspectos de comportamento; Suporte na concepção e administração de um plano para monitorar as atividades, resultados e impacto para adaptar o programa, conforme necessário; Apoiar o desenho e a administração de estudos periódicos para medir o progresso e o impacto na saúde da intervenção relacionada à água, saneamento e higiene; Trabalhar com os membros da equipe para assegurar que os diferentes aspectos da resposta à água, saneamento e higiene sejam integrados e que façam parte de uma resposta coerente de saúde pública; Mobilizar o público prioritário, conforme necessário, para participar no planeamento, construção, operação e manutenção de infraestruturas e serviços de água, saneamento e higiene.

Requisitos exigidos

·         Ensino Médio, ou cursando curso superior nas áreas de humanas ou afins.

·         Experiência comprovada de trabalho em educação comunitária;

·         Domínio da linguagem escrita e boa expressão oral;

·         Compreender a dinâmica de funcionamento das ONGs, entidades sindicais, movimentos sociais e organismos governamentais de acesso aos direitos sociais.

·         Ter capacidade de trabalho em equipe e de aposta no diálogo social;

·         Ter habilidade em processos de articulação e mobilização social;

·         Domínio dos principais recursos da informática e softwares do pacote office;

·         Fluência em espanhol;

·         Disponibilidade para viagens e fixar moradia em Boa Vista/RR.

 

IV – CONDIÇÕES SALARIAIS E DE TRABALHO

  • Salários compatíveis com as funções, conforme o Programa “Venezuelan Crisis Response Brazil” Nº 720FDA18CA00014;
  • Contratação sob o regime da CLT;
  • Carga horária de trabalho:
  1. 40 horas semanais para todos os cargos;

 

V – DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA

  • Currículo;
  • Carta de apresentação explicitando a motivação (obrigatória);
  • Carta de recomendação (obrigatória).

 

VII – SELEÇÃO

O processo seletivo será simplificado e constará das seguintes etapas:

  • Análise de currículo;
  • Carta de motivação do/a candidato/a (obrigatório);
  • Carta de recomendação (obrigatório);
  • Entrevista para os candidatos pré-selecionados (as entrevistas poderão ser realizadas por Skype ou presencialmente na sede da Diocese de Roraima na Rua Bento Brasil, nº 613 Boa Vista – Roraima ou na sede do Escritório Nacional da Cáritas Brasileira, SDS Bloco P, Ed. Venâncio III, Sala 410).

IX – PRAZOS

Atividade

Prazo

Publicação do Edital no sítio da Caritas e outros meios de Comunicação

21 de junho 2019

Recepção de currículos

Até 30 de junho de 2019

Divulgação do resultado da pré-seleção e convocatória para entrevista

02 de julho de 2019

Entrevistas

03 e 04 de julho de 2019

Resultado Final

05 de julho

Admissão será programada a partir de

08 de julho de 2018

Apresentação para o trabalho (impreterivelmente)

08 de julho

  • Os currículos e as cartas solicitadas (conforme descrição abaixo) deverão ser enviados via correio eletrônico (selecao@caritas.org.br) até o dia 30 de junho de 2019 às 23hs: 59min (Horário de Boa Vista) com o assunto: EDITAL 002/2019 e o número e título do cargo de interesse (por ex.: Edital 002/2019 – CB01 – Assessor Técnico de Emergências)..
  • A carta de recomendação e a carta explicitando a motivação e interesse pela vaga, de no máximo 2 (duas) páginas e deverá ser encaminhada junto ao currículo;
  • : Currículos recebidos após o dia e hora estipulados serão desconsiderados.

 

Brasília, 21 de junho de 2019.

FERNANDO ZAMBAN

Diretor-Executivo Nacional

[1] Todos os contratos serão efetuados com prazo determinado de 6 meses podendo ser renovável por mais seis meses.

Para download deste edital clique aqui

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br