Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cáritas realiza oficina de capacitação em diagnóstico de áreas de risco em Minas Gerais

30 de abril de 2015

Entre os dias 25 e 26 de abril foi realizada na cidade de Cataguases (MG) a 2° oficina de capacitação em diagnóstico participativo em área de risco. O trabalho faz parte de uma das metas do projeto de prevenção de desastres socioambientais, meio ambiente, gestão de risco e emergências, em parceria com a Cáritas Brasileira e a Cáritas Alemã.

A oficina foi realizada no bairro São Diniz, na periferia de Cataguases. Participaram aproximadamente 25 pessoas da comunidade, bem como representantes da Secretaria de Assistência Social, da Defesa Civil e agentes Cáritas. O assessor de Gestão de Riscos e Emergências, João Paulo, do secretariado Nacional da Cáritas Brasileira e Márcio Adriano, assessor da Cáritas Brasileira Regional Minas Gerais ministraram a atividade.

A oficina teve como objetivo trabalhar conceitos sobre a temática de gestão de risco e uma introdução ao diagnóstico participativo em áreas de risco e a construção do mapeamento participativo em área de risco.Os participantes receberam orientações sobre o que é um desastre, processos naturais e provocados, bem como conceitos de inundação e enxurrada, granizo, vendaval, tornados, deslizamentos e estiagem. Durante a oficina, também foram abordados temas importantes como conhecer o território, mapeamento setores de risco, questões sociais, ambientais e políticas públicas. Refletindo que o mapeamento participativo em áreas de risco está intimamente ligado a questões relacionadas ao direito.

oficina gestao de riscos MG3

Como parte dos trabalhos, o grupo ainda realizou em campo o diagnóstico social de risco, observando os problemas ligados a precariedade nas construções como rachaduras, próxima a margem do rio. Também foram observadas questões ligadas ao meio ambiente, como lixo, desmatamento, assoreamento do rio e questões sociais, como falta de creche, área de lazer, posto de saúde, escola e saneamento básico.

O grupo também apontou algumas estratégias de atuação diante das demandas, como agendamento de reuniões com moradores e apresentação do mapeamento das áreas de risco (questões ambientais, sociais, políticas públicas), bem como trabalhar um processo de conscientização da problemática e marcar uma audiência com a Prefeitura e secretários para apresentar o mapa.

 

Por Assessoria de Comunicação da Cáritas Regional Minas Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br