Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Cáritas América Latina e Caribe realiza Fórum de Mulheres e busca caminhos para fortalecer a equidade entre homens e mulheres

03 de fevereiro de 2019

No âmbito do XIX Congresso Latino-Americano e Caribenho da Cáritas, acontece de 2 a 3 de fevereiro, em Tegucigalpa, Honduras, o Fórum das Mulheres. A iniciativa está pautada no desejo de refletir e estabelecer caminhos possíveis para progredir na efetivação de ações que promovam e fortaleçam a dignidade da pessoa humana e a equidade entre mulheres e homens.

Novos olhares

O Fórum pretende lançar um olhar sobre a extensa experiência da Rede Cáritas na América Latina e Caribe em trabalhar a partir da organização e do protagonismo das mulheres, ao mesmo tempo, refletir e buscar caminhos para o enfrentamento de problemáticas como equidade nas relações de trabalho, saúde, migração, educação, participação política e novos desafios que surgem a cada dia.

A coordenadora da Cáritas Brasileira, Alessandra Miranda, conduz a reflexão sobre equidade entre homens e mulheres e os referenciais presentes na Doutrina Social da Igreja e na Laudato Si

A programação começou com a retomada da memória agradecida pelo caminho percorrido pela Rede Cáritas América Latina e Caribe, a partir das iniciativas que nasceram em vista do fortalecimento da equidade entre homens e mulheres ao longo dos anos.

Equidade entre mulheres e homens

O Fórum afirma a necessidade de que, enquanto Rede Cáritas, é preciso seguir com o compromisso e o desafio de abordar problemas estruturais no que diz respeito à equidade entre mulheres e homens e à necessidade de fazer nascer e frutificar uma verdadeira solidariedade de gênero.

O caminho a ser trilhando nestes dias de Fórum seguiu o movimento metodológico do ver, julgar e agir. Um primeiro passo foi o olhar atento sobre a realidade de desigualdade entre homens e mulheres na América Latina e Caribe e a análise desta mesma situação a partir da perspectiva da fé, tendo em conta especialmente o que nos revela os textos bíblicos nos evangelhos e nas cartas de São Paulo Apóstolo, além das contribuições de textos do magistério da Igreja e do Episcopado Latino-Americano e Caribenho.

Da esquerda para a direita, Jucelene Rocha, Cristina dos Anjos, Alessandra Miranda, Márcia Maria de Souza Miranda e Joseanair Hermes representam o Brasil no Fórum

“Elementos para reflexões: mulheres e homens à luz da Doutrina Social da Igreja e da Laudato Si”, este foi o tema da exposição da coordenadora da Cáritas Brasileira, Alessandra Miranda, que motivou o grupo a revisitar a realidade das mulheres, com destaque para as violências sofridas e para a construção histórica e cultural que ainda hoje coloca grandes barreiras para a superação das desigualdades.

O caminho da reciprocidade

A teóloga argentina, Andrea Sánchez Walsh conduziu uma segunda reflexão que colocou frente a frente as construções culturais e a perspectiva da identidade feminina a partir dos referenciais da teologia, que também segue fortemente influenciada pelas construções cultuais. A teóloga apontou o caminho da reciprocidade, a partir da inspiração da Santíssima Trindade, como forma de viver os vínculos humanos de maneira mais equitativa, solidária e frutífera.

O Fórum de Mulheres acontece entre os dias 2 e 3 de fevereiro, em Honduras e antecede ao XIX Congresso da Cáritas América Latina e Caribe que acontece também em Honduras de 3 a 7 de fevereiro.

MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br