Diminuir tamanho da fonteAumentar tamanho da fonte

Feira do Tejuco: uma iniciativa comunitária para gerar trabalho e saúde comemora um ano de caminhada

16 de junho de 2011

No município de Januária, norte de Minas Gerais, a comunidade do Tejuco se animou neste último domingo, dia 12 de junho. A data foi dos namorados, mas também foi de comemoração de um ano de FEIRA LIVRE, um ano que todo domingo no Tejuco tem feira, tem festa, tem troca.

A comemoração contou com a participação dos Reis de São João, quadrilha, forró e capoeira. Como forma de agradecer os fiéis clientes, foi servida uma deliciosa canjica e capim canela.

A feira, denominada pela associação dos feirantes de AGRIFERTA, é uma iniciativa de Eliete Aparecida de Carvalho Santos, diretora da escola da comunidade e do Grupo de Mulheres Semeando para Crescer da comunidade do Tejuco. A idéia partiu da preocupação de gerar trabalho e renda, assegurando uma perspectiva de futuro para os jovens e um espaço para as mulheres mostrarem seu trabalho. Logo veio o apoio da Cáritas Diocesana de Januária, que conseguiu aprovar recursos com o Fundo Nacional de Solidariedade e trouxe as barracas para a feira, garantindo a exposição dos produtos.

Eliete conta que já foram realizados vários projetos e cursos de capacitação, mas a realidade não mudava. Por isso, ela disse que resolveu começar pelo fim, começar pela feira para estimular a produção dos agricultores. O presidente da associação dos feirantes garante que a estratégia funcionou. Pedro de Almeida Sales afirma que antes se atravessava muito produto comprado em Januária para garantir a feira, agora 99% são produtos produzidos pela mão dos agricultores, sem o uso de agrotóxicos.

Atualmente, a feira do Tejuco possui 46 feirantes e, na próxima semana, vão chegar 5 barracas novas, pois cerca de 10 famílias produtoras irão usá-las.

A feira é uma importante ação para desenvolver a economia local. Os feirantes da AGRIFERTA têm o objetivo de comercializar somente produtos sem agrotóxico, garantindo a preservação do meio ambiente e da saúde dos consumidores.

por Priscila Souza, Comunicadora Popular da Cáritas Regional Minas Gerais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


MAGRE BRASIL

Faça parte dessa rede

Redes Sociais

Cáritas Notícias

Cadastre-se e receba por e-mail nossos informativos.
Prestação de Contas

Contato

Cáritas Brasileira
SDS - Bloco P - Ed. Venâncio III
Sala 410 - CEP: 70393-900


Brasília/DF
+55 (61) 3521-0350

caritas@caritas.org.br